Fiat faz “marketing abusivo” às crianças, diz Instituto Alana

Organização afirma ter enviado carta à montadora sobre consequências do consumismo infantil

São Paulo – O Projeto Criança e Consumo, da área de Defesa do Instituto Alana, disse hoje ter constatado uma “estratégia de marketing abusiva da empresa Fiat“, relacionada ao lançamento de uma linhas de brinquedos com o logotipo da montadora, como jogos de tabuleiro e carrinhos.

Em uma parceria com a Brinquedos Bandeirant, a Fiat lançou no fim do mês passado os modelos Uno Passeio e o Uno Elétrico, inspirados no Novo Uno, lançado pela Fiat em 2010.

Segundo a organização, a montadora estaria “utilizando-se da vulnerabilidade infantil para promover produtos associando sua marca a diversão”.

“Ao fazer publicidade a um público que não tem consciência crítica para entender o caráter persuasivo desse tipo de mensagem, a Fiat busca fidelizar o consumidor desde o berço”, diz o Instituto.

A organização afirma que enviou uma carta à montadora, em que apresenta algumas consequências da publicidade dirigida às crianças e do consumismo infantil e demonstra a disposição para prestar contribuições acerca do tema da proteção da infância no âmbito das relações de consumo.

Procurada por EXAME.com, a Fiat afirmou por meio de sua assessoria de imprensa que ainda não foi notificada pelo Instituto.