Facebook deve dobrar receita em publicidade de 2009 para 2010

De acordo com pesquisa da eMarketer, rede social atingirá um faturamento de US$ 1,3 bilhão neste ano. Myspace, no entanto, amarga queda desde 2009

São Paulo – De acordo com estimativas da eMarketer, o Facebook deve bater a receita de US$ 1,3 bilhão em publicidade neste ano. O valor é praticamente o dobro do alcançado no ano passado, quando a companhia faturou US$ 665 milhões. Para 2011, a perspectiva de faturamento mundial beira US$ 1,8 bilhão.

Entre 2009 e 2011, o site obteve um impulso de 165% em seu crescimento. Isso se considerarmos a receita em escala mundial. O faturamento publicitário fora dos Estados Unidos aumentará 325% neste mesmo período de comparação, indo de US$ 165 milhões no ano passado para US$ 700 milhões no ano que vem. Dentro dos EUA, o salto será de 112%.

O setor de publicidade que mais cresce no Facebook é o da própria plataforma de anúncios “self-serve”, lançada em 2007. O segmento representa cerca de 50% de todo o investimento no site. Segundo informou a analista da eMarketer Debra Aho Williamson ao site AdAge.com, a plataforma de anúncios se tornou um grande negócio para a companhia, sendo um recurso muito usado para anunciantes de marketing direto.

Assim como acontece no Google, grande parte do dinheiro que entra na plataforma “serf-serve” do Facebook vem de anunciantes locais, que antes costumavam investir em páginas amarelas para destacar suas marcas.

A outra metade das receitas obtidas pela rede social vem de publicidade em banners. De acordo com dados da ComSCore, cerca de 17% do total de impressões de publicidade neste formato nos EUA é veiculado no Facebook. Essa porcentagem torna a rede social responsável por quase um quinto de todo o tráfego de anúncios no país.

Enquanto a rede de Mark Zuckerberg impulsiona o crescimento de suas receitas, o Myspace mal consegue manter a publicidade que resta. Ainda de acordo com números da emarketer, o site da News Corp renderá à companhia 26% a menos em relação ao ano passado: de US$ 470 milhões, tem sua receita reduzida para US$ 347 milhões neste ano, em escala mundial. A eMarketer ainda estima que o Myspace arrecadará US$ 297 milhões em 2011, uma queda equivalente a 37% de 2009 para 2011. Deficitária, a empresa contratou recentemente a agência Pereira & O’Dell para desenvolver neste ano a sua primeira campanha de branding.

Leia mais notícias sobre o Facebook

Siga as últimas notícias de Marketing no Twitter