Facebook leva os velhos catálogos impressos para o seu celular

Novo formato de anúncio do Facebook imita catálogos de compras

São Paulo – A tradição de receber catálogos de compras impressos pelo correio ainda existe, mas sem a força do passado.

Segundo dados do Data & Marketing Association nos Estados Unidos, o pico dos catálogos via correio aconteceu em 2007, quando chegou a 19,6 milhões.

Em 2016, caiu pela metade: 10 milhões. A tendência é continuar a cair.

Mesmo assim, grandes marcas do varejo americano ainda gastam juntas estimados 21 bilhões de dólares por ano para imprimir catálogos que muitas vezes vão direto para o lixo sem serem abertos ou folheados.

O pesado investimento revela que, apesar de obsoleto, tal estratégia de marketing ainda tem alguma importância para as marcas.

Pensando nisso, o Facebook resolveu levar essa estratégia de marketing para dentro dos smartphones. Mantendo o espírito da coisa, mas adaptando para o mundo dos anúncios mobile.

Na última segunda (11), a empresa divulgou nos EUA um novo tipo de anúncio a aparecer nas timelines dos usuários.

O novo formato ganhou o nome de “lifestyle templates” e funcionará como um catálogo online.

Teoricamente, qualquer anúncio já faz o que um catálogo, tecnicamente, faz: apresenta um produto e tenta vendê-lo.

Mas o novo “lifestyle templates” vai apresentar imagens que tentarão replicar o espírito dos catálogos.

Segundo o Facebook Brasil, o formato ainda não está sendo testado por aqui. A previsão é que seja incluído no Brasil nos próximos meses.

Como funcionará

A primeira imagem aparecerá como um anúncio normal do Facebook. Clicando nela uma vez, aparecerá uma galeria horizontal com todos os outros anúncios daquela marca. Como as páginas de um catálogo.

Um quarto mobiliado, uma cozinha, a imagem de um banheiro decorado. Na imagem, cada item à venda ali terá uma marcação.

Quando o usuário, por exemplo, clicar na cadeira que aparece na imagem, verá o anúncio específico da cadeira, com seu preço e detalhes. Se quiser, poderá fazer a compra ali mesmo, sem sair do site.

Segundo a marca em entrevista para o site Business Insider, os novos anúncios mantêm a característica única dos catálogos: o fator “storytelling”. Não são produtos anunciados separadamente. Há contexto, conjunto. De certa forma, desperta a imaginação e os sonhos de potenciais consumidores.

Diferenças

Outro ponto fundamental do novo anúncio é que, diferente dos tradicionais, que querem apenas que o usuário clique e compre, o anúncio tipo catálogo servirá mais como “fonte de inspiração”: ao folhear um catálogo, o consumidor se inspira e anota ideias para uma futura reforma na sala, uma futura redecoração da casa etc.