Depois da seleção, Seara patrocina Copa da África do Sul e do Brasil

Marca será internacionalizada pelo Grupo Marfrig

A Seara assinou ontem, em Zurique, na Suíça, o patrocínio à Copa do Mundo de Futebol de 2010 e 2014. O contrato firmado na sede da FIFA pelo Grupo Marfrig é um passo para a internacionalização da marca Seara, que anunciou nesta mesma semana o patrocínio à Seleção Brasileira de futebol. A Seara estampará sua marca em peças publicitárias e em ações de marketing em conjunto com a FIFA e a CBF, segundo informação obtida em primeira mão pelo Mundo do Marketing.
 
O patrocínio às Copa da África do Sul e do Brasil eleva ainda mais a participação da empresa no torneio e, consequentemente, na cabeça do consumidor. Esteja ele onde for. O anúncio do patrocínio ao time canarinho contou com a presença do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, com CEO e presidente do conselho de administração do Grupo Marfrig, Marcos Molina, além do diretor de Marketing da Seara, Márcio Ganzalez.

O investimento da Seara em Marketing Esportivo foi iniciado após o acordo com o Grupo Marfrig, em janeiro deste ano. Primeiramente, a Seara fechou patrocínio ao time do Santos, estampando a marca na camisa oficial da equipe do litoral paulista. O investimento na seleção do Brasil é parte da estratégia da marca que tem como objetivo cativar o consumidor e se tornar Top of Mind no segmento de alimentos.

Seara patrocina mundial de 2010 e 2014

O patrocínio da Seara, marca que está presente em 50 países, aos próximos eventos mundiais de futebol da FIFA será feito mutuamente. Ou seja, tanto a marca Seara como também Moy Park, Paty e Pemmican, todas do Grupo Marfrig, poderão ser expostas nos eventos da entidade máxima do futebol mundial. Por outro lado, as embalagens destes produtos levarão a marca oficial da FIFA.

Segundo Molina, é um orgulho para o Grupo Marfrig estar junto com a seleção e é possível que o patrocínio à seleção brasileira se estanda após o mundial realizado no Brasil, em 2014. Para ativar esta ação, a Seara promete realizar a melhor premiação do varejo nacional em uma promoção focada no ponto-de-venda.

O momento histórico, como foi denominado por Márcio Gonzalez, diretor de marketing da Seara, traz com ele objetivos audaciosos. “Anunciaremos essa semana uma das maiores promoções do varejo nacional. O prêmio é bastante interessante e o atrativo é um dos maiores já entregues no país”, diz Gonzalez em entrevista ao Mundo do Marketing.


Seara: camisa 10 do Grupo Marfrig

Patrocinar a equipe brasileira e o mundial é parte do projeto de internacionalização da Seara. O objetivo de Molina é transformá-la na camisa 10 do time do Grupo Marfrig em longo prazo. Mas, engana-se quem pensa que a camisa amarela dos nossos jogadores terá a logomarca da Seara. Apesar de impressa no uniforme apresentado, a FIFA não permite que nenhuma marca seja estampada nas camisas usadas nos jogos da Copa.

Nada que uma boa estratégia de Marketing não possa resolver. Com o objetivo de se tornar Top of Mind em qualidade de alimentos até 2014, a marca pretende conquistar os consumidores brasileiros oferecendo uma compra inteligente, por meio de um produto com qualidade e de preço acessível.

Para isso, a Seara contará com a ajuda da internet para organizar o meio de campo e criar chances claras de ativação. “Este é um dos canais mais interessantes com relação à penetração e custo benefício. Teremos um site específico para a promoção, que será reforçado nos portais da Seara e do Grupo Marfrig”, adianta Gonzalez .

Lançamentos primorosos

A Seara também prepara o lançamento de 80 produtos no mercado nacional a partir de maio deste ano. “Não podemos abrir as categorias porque no ano passado percebemos uma reação do mercado. Estes lançamentos serão anunciados na APAS, feira supermercadista que acontece dia 10 de maio”, aponta Gonzalez.

Outra preocupação da marca é o relacionamento com o trade, principal patrimônio da Marfrig. “Se tivesse que dizer uma única força da empresa, seria o foco no cliente. Este relacionamento com os varejistas seguirá a linha de simplicidade e foco no trabalho. Sem dúvidas a Seara ganhará bastante com isso”, completa Gonzalez, diretor de marketing da empresa que comercializa por mês cerca de 30 mil toneladas de alimentos industrializados.