Crítica leva Brastemp ao topo do Twitter

Dono de uma geladeira da empresa há três anos, o consumidor enfrentou problemas técnicos no equipamento em outubro de 2010

São Paulo – As críticas de um consumidor contra a fabricante de eletrodomésticos Brastemp levaram o nome da empresa a figurar entre os 4 trending topics mais discutidos do mundo no Twitter nesta sexta-feira.

Oswaldo Borelli usou o Twitter e o YouTube para contar seu difícil relacionamento com a Brastemp. Dono de uma geladeira da empresa há três anos, o consumidor enfrentou problemas técnicos no equipamento em outubro de 2010.

Borelli alega que gastou R$ 268 com reparos junto a uma assistência autorizada da Brastemp em outubro, mas o conserto não foi efetivo. Ao recorrer novamente a uma autorizada, foi informado que o reparo definitivo custaria R$ 3 mil, valor que o consumidor diz ser superior ao custo de uma geladeira nova.

Após quase dois meses de negociações, Oswaldo diz que aceitou um acordo do tipo “troca com troco”, em que dá a geladeira usada à Brastemp, paga uma diferença, e recebe uma nova. Após efetuar o pagamento, Borelli disse que foi orientado a aguardar 20 dias pela entrega do equipamento.

O prazo estipulado, diz Oswaldo, estourou e ele não recebeu o produto solicitado. Em vídeo no YouTube, ele diz que sua família está há 90 dias sem geladeira e alega ter que se alimentar em restaurantes.

Ao usar o Twitter e o YouTube,  Oswaldo conseguiu apoio de milhares de consumidores. Vários endossam críticas à fabricante. Procurada pela INFO, a Brastemp disse, em nota, que já solucionou o caso. Veja abaixo o comentário da fabricante.

“A Brastemp entrou em contato com o Sr. Oswaldo e esclarece que o caso foi solucionado no dia 24/01. Reconhecemos a nossa falha e lamentamos profundamente o acontecido.  Uma marca como a Brastemp vê a satisfação dos seus consumidores como sua principal motivação para o aprimoramento contínuo”.