Comércio inicia 2012 em queda, diz Serasa

Foi o primeiro resultado negativo mensal após três meses consecutivos de variações positivas

O movimento dos consumidores nas lojas de todo o país recuou 1,6% no primeiro mês do ano, com as influências sazonais já descontadas, segundo o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio. Foi o primeiro recuo mensal do indicador após três meses consecutivos de variações positivas.

Puxaram a queda da atividade do comércio os setores de veículos, motos e peças, com índice negativo de 2,9% nas lojas especializadas. Também houve redução de 1,7% na procura de tecidos, vestuário, calçados e acessórios, que pesou no resultado geral.

Para os economistas da Serasa Experian, a entrada do IPI mais elevado para os carros importados impactou o resultado de janeiro.

Outro fator foram as fortes chuvas, especialmente na região centro-sul do país, que atrapalharam as vendas de itens de vestuário, levando o varejo a antecipar a liquidação de verão.