Cerveja Brahma Extra lança curso de “sommelier” para deficientes visuais

"Pessoas com deficiência visual podem aguçar outros sentidos como paladar e olfato, essenciais para um sommelier”, diz a marca

São Paulo – Costuma-se dizer que a perda de um sentido faz o cérebro compensar aguçando outros. Pensando nisso, a marca de cerveja Brahma Extra, que pertence à Ambev, lançou um curso para pessoas com deficiência visual, o “Sommeliers Extraordinários”.

Em parceria com a Fundação Dorina Nowill para Cegos e o Instituto da Cerveja Brasil (ICB), a marca iniciou na semana passada a primeira turma do curso, que acontece em São Paulo. “Ao perder a visão, pessoas com deficiência visual podem aguçar outros sentidos como paladar e olfato, essenciais para um sommelier”, diz a marca em nota.

O curso Sommeliers Extraordinários” é uma adaptação do curso de sommelier cervejeiro já oferecido pela marca. Para garantir a acessibilidade dos materiais, a novidade inclui desde a tradução das apostilas para os formatos Braille e digital acessível até taças do curso com Braille em sua base.

A infraestrutura do Instituto da Cerveja Brasil (ICB), local das aulas, também foi adaptada com um chão tátil para orientação dos alunos. Para ilustrar a cervejaria, foi feita uma impressão de uma maquete 3D e, no quesito ensino, os professores contaram com um treinamento prévio da Fundação Dorina Nowill para Cegos.

A primeira turma conta 20 alunos matriculados, oriundos de diversas localidades do país, com profissões variadas e até universitários. Não há periodicidade definida para o curso. As inscrições são online, feitas pelo site do projeto Sommeliers Extraordinarios, e as turmas se iniciam conforme a demanda. 

O curso custa cerca de 2 mil reais, metade do valor geralmente praticado em cursos de formação na área, informou a marca.

“O Brahma Extra Sommeliers Extraordinários oferece ao aluno a mesma qualificação e certificado da versão regular e, com isso, a marca também indicará estes novos profissionais aos bares da casa e restaurantes parceiros interessados em ter um sommelier de cervejas nos seus times”, acrescentou a empresa ao site EXAME.

A Ambev, dona da Brahma Extra, ainda não possui um sommelier cervejeiro com deficiência visual em seu quadro de funcionários, mas diz que conta “com uma série de iniciativas que buscam garantir a diversidade e a igualdade no nosso ambiente de trabalho, o que inclui também os deficientes visuais” e que “sempre estará de portas abertas para envolvê-los em nossos projetos”.