Campanha reverte cigarros em tempo de vida

O SBT resolveu se empenhar em uma causa de saúde pública: o combate ao tabagismo

São Paulo – O SBT resolveu se empenhar em uma causa de saúde pública: o combate ao tabagismo.

A emissora, chancelada por sua marca “SBT do Bem”, lançou uma máquina que converte cigarros não consumidos em opções para aproveitar os minutos de vida ganhos.

A lógica da “Máquina da vida” é simples: por meio de uma escala na qual 1 cigarro equivale a 11 minutos a mais de vida, o SBT irá premiar jovens com brindes relativos ao tempo que eles ganharam deixando de fumar a quantidade de cigarros descartada na máquina.

Entre os prêmios, entregues na hora, estão: uma Revista Coquetel Passatempo, uma entrada para cinema, um vale cultura ou uma camiseta para prática de esportes. A ação foi criada pela agência Publicis Brasil e produzida pela Publicis Dialog.

A máquina ficará disponível de 9 a 11 de junho no Mackenzie, em São Paulo, que “abraçou” o projeto do SBT e entrou como parceiro da ação.

“O SBT está se colocando à disposição desses grandes temas para começar a ajudar o governo e autoridades a conscientizarem sobre problemas que são comuns na sociedade”, declara José Roberto Maciel, vice-presidente do SBT.

Além dessa ação, o SBT estreou em sua grade e na internet, no Dia Mundial Sem Tabaco (31/05), uma campanha antitabagista, que conta com filme de 30” (assista aqui) e projeto editorial no Jornalismo da emissora.

Ao longo do ano, outras ações devem ser apresentadas envolvendo a temática.