Campanha com o “Ex Ruivo da Vivo” para Nextel é tirada do ar

Ruivo da Vivo vai parar em campanha da Nextel, mas Conar indica sua retirada

A Nextel lançou sua nova campanha publicitária, a primeira sob o comando da Tribal Worldwide. A ação em questão tem filmes protagonizados pelo ator João Côrtes, que se tornou conhecido em todo o país por estrelar os comerciais de outra operadora, sob o personagem “Ruivo”. A ação, em forma de cutucada e veiculada na última sexta, 09, teve sua divulgação suspensa pelo Conar, Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária.

Segundo o estatuto do Conar, uma campanha só é suspensa antes do julgamento do Conselho de Ética quando algum membro da entidade avalia que a veiculação daquele comercial pode trazer prejuízos e danos ao público ou às marcas envolvidas (seja a do próprio anunciante ou de concorrentes). A campanha ainda será julgada e o Conar deverá emitir um parecer final caso venha a ser condenada.

A Nextel encaminhou uma nota seu parecer sobre o caso: “A Nextel tem como princípio a veiculação de campanhas publicitárias claras e transparentes, que respeitam o consumidor, a concorrência e a regulamentação do setor. A operadora esclarece que o uso da expressão “melhor operadora de celular do Brasil” em sua atual campanha tem como base a pesquisa Melhores Serviços, realizada pelo Jornal O Estado de S. Paulo em parceria com o Blend New Research – HSR que pelo terceiro ano consecutivo apontou a Nextel como líder do ranking de telefonia móvel do país. A Nextel ressalta que tal informação estava devidamente identificada nas peças publicitárias na forma de cartela (“Melhor operadora de celular do Brasil. Fonte: Prêmio Estadão”) e texto jurídico e informa que está à disposição para prestar os esclarecimentos necessários ao órgão regulador”.

Tentamos contato com o Conar também, mas até o fechamento desta edição não conseguimos retorno.

Embora a peça tenha sido retirada do ar nas redes da marca, internautas já se ocuparam em salvar o conteúdo e propaga-lo por conta própria. Confira.

Conteúdo publicado originalmente no site AdNews.