Campanha cartoonizada da ONU mostra a realidade do bullying

A organização lançou um concurso global para encontrar um super-herói que irá derrotar este terror e pede aos jovens de todo o mundo que participem

São Paulo – A Unicef, órgão das Nações Unidas que tem como objetivo promover a defesa dos direitos das crianças, visa sempre impactar a população com temas reais. Agora, em sua nova campanha, há um supervilão de histórias em quadrinhos na cidade de Nova York.

O personagem do curta, Silence (Silêncio), tem como alvo crianças que foram vítimas de bullying e se infiltra em suas mentes para evitar que se manifestem e recebam ajuda. Confira abaixo:

O elenco é uma personificação das ameaças e medos que as pessoas enfrentam nas mãos de seus agressores.

A produção foi criada para UNICEF e Comics Uniting Nations para uma nova revista em quadrinhos que estreou na New York Comic-Con durante um painel. A organização global está à procura de um super-herói que irá derrotar este terror e suplica aos jovens de todo o mundo que participem do concurso anunciado.

Até 25 de outubro, qualquer pessoa com 25 anos ou menos pode enviar uma ideia para um super-herói, detalhando o nome, as habilidades, a história e a foto do herói. Os participantes são encorajados a usar suas próprias experiências de vida para aperfeiçoar seu protagonista.

Os juízes, incluindo o artista de quadrinhos Gabriel Picolo, selecionarão as melhores criações e o público poderá votar em novembro.

O vencedor será anunciado no dia 10 de dezembro, Dia dos Direitos Humanos, e, em seguida, trabalhará com uma equipe de criativos para criar uma história em quadrinhos de verdade, na qual seu herói derrote o The Silence.

O trabalho final será apresentado nas Nações Unidas em julho de 2019 no Fórum Político de Alto Nível sobre Desenvolvimento Sustentável antes de ser distribuído para escolas e crianças em todo o mundo.

*Este conteúdo foi publicado originalmente no AdNews.