Brasil ganha 27 Leões no quinto dia do Cannes Lions 2016

Foram anunciados os leões vencedores em Cyber, Mobile, Media, Innovation e Creative Data

Nesta quarta-feira (22), o público conheceu os vencedores de mais cinco categorias do Festival Internacional de Criatividade de Cannes.

Foram anunciados os leões vencedores em Cyber, Mobile, Media, Innovation e Creative Data.

O Brasil continua no páreo e traz para casa mais alguns prêmios, exceto em Innovation, em que o país não emplacou nenhum projeto. Até o momento, com 18 das 23 categorias anunciadas, o país acumula 86 Leões.

O Brasil arrematou nove Leões em Cyber, desempenho melhor que o do ano passado, em que o país faturou sete prêmios. O case Magic Words, da AlmapBBDO para a HP, levou Leão de ouro na categoria.

Os GPs foram para The Next Rembrandt, da J. Walter Thompson Amsterdã para ING, e Justino, da Leo Burnett Madri para Loterias y Apuestas del Estado.

Em Mobile, oito prêmios ficaram com os brasileiros. Dividos em quatro Pratas e quatro Bronzes, os Leões foram distribuídos entre FCB, Africa, JWT e DM9DDB.

O GP ficou com os norte-americanos da T Brand Studio, com o trabalho NYTVR, aplicativo de conteúdo imersivo criado para o New York Times. 

Ayrton Senna: o coração do Brasil  (J. Walter Thompson para Instituto Ayrton Senna) – 1 Prata
Músicas de Violência (FCB Brasil para Estadão) – 2 Pratas e 1 Bronze
Doe as Barras (J. Walter Thompson para Atados) – 1 Prata e 1 Bronze
Pinlist (DM9DDB para Tok & Stok) – 1 Bronze
Coleção Livros para Crianças (Africa para Itaú) – 1 Bronze

Em 2015, Creative Data rendeu apenas um bronze para o Brasil. O desempenho melhorou este ano e as agências trazem na bagagem 4 prêmios.

Os bronzes foram para a Grey, W3haus e WMcCann. O ganhador do GP foi o mesmo de Cyber, JWT holandesa com o trabalho para a ING.

Outra modalidade em que os brazucas tiveram resultados melhores que em 2015 foi Media.

Os quatro Leões do ano passado subiram para seis nesta edição, sendo um ouro para “Músicas de Violência”, projeto da FCB Brasil para o Estadão.

Depois de levar o GP de PR, o case “McWhopper”, da Y&R e David para o Burger King, também faturou o grand prix de Media. 

Músicas de violência (FCB para Estadão Digital) – 1 Ouro e 1 Bronze
Embalagem (Lew’Lara\TBWA para Café Pelé) – 1 Bronze
Don’t look away (AKQA São Paulo para Usher) – 1 Bronze
#Doe para Priscila (Leo Burnett Tailor Made para Clube Sangue Bom) – 1 Bronze
 

 
Destaque para Outdoor, categoria que teve seus prêmios divulgados ontem (21) e rendeu ao Brasil 18 Leões. Foram 1 Ouro, 3 Pratas e 4 Bronzes para trabalhos feitos por aqui. O GP foi para Brewtroleum, case da neozelandesa Colenso BBDO para a DB Export. 
 
 
Até o momento, a AlmapBBDO segue na liderança das agências que mais ganharam Leões nesta edição, com 3 Ouros, 6 Pratas e 10 Bronzes. JWT (3 Pratas e 9 Bronzes) e Young & Rubicam (2 Ouros, 1 Prata e 4 Bronzes) vêm logo em seguida no ranking.