Patrocinados pela Red Bull treinam com Cirque du Soleil

Ciclista, surfista, b-boy e artistas do Cirque du Soleil se uniram em treinamento de uma semana, e acabaram experimentando coisas que nunca tinham visto

São Paulo – O que um ciclista, um surfista, um b-boy e artistas do Cirque du Soleil têm em comum? Num dia qualquer, talvez nada. Mas recentemente eles se uniram para um treinamento de uma semana, e acabaram experimentando coisas que nunca tinham visto.

Sete atletas, quatro dançarinos e quatro artistas estiveram no Red Bull High Performance Training Center em Santa Monica, na Califórnia, para explorar a relação entre a criatividade e os esportes. Participantes como a surfista Maya Gabeira, o ciclista Terry Adams, o snowboarder Pat Moore e o b-boy Neguin aprenderam a usar a arte do circo em performances, treinamento de dança, canto e técnicas corporais.
O objetivo principal do projeto é incentivar os atletas Red Bull a testarem e superarem seus limites – tanto físicos, como criativos e mentais.

Os artistas Massimo Agostinelli, Rich e Tone Talauega ensinaram aos atletas técnicas de coreografia e de clown – a arte do palhaço. “A coisa de interpretar o bufão foi selvagem! Nunca fiz nada parecido antes. Agora não temos medo de agir como um bobo na frente dos outros”, disse o ciclista Addison Zawada.

Outra série de criatividade foi focada em gravação em estúdio, quando os participantes criaram suas próprias músicas com a compositora Fiona Kernaghan. No mesmo dia, houve uma sessão de skate com o lendário Rodney Mullen. “Foi muito legal ver o que as pessoas podem trazer à tona, porque são todas tão diferentes! Ver o que eles são capazes de criar e, a partir daí, o que você pode recriar com eles. Foi realmente incrível!”, disse Mei-Mei Bouchard, artista do Cirque du Soleil.