Assinatura da Netflix vai ficar mais cara nos EUA

Assinantes que atualmente pagam o serviço padrão de US $ 9,99 serão cobrados por US $ 10,99 e o premium aumentará de US $ 11,99 para US $ 13,99

A assinatura da Netflix pelo jeito vai ficar mais cara. Pelo menos nos EUA. O serviço de streaming de vídeo aumentará os preços em seus planos de nível médio e superior por lá a partir de novembro.

Os assinantes que atualmente pagam o serviço padrão de US $ 9,99 serão cobrados por US $ 10,99. O preço do nível premium aumentará de US $ 11,99 para US $ 13,99. Será que vem aumento por aqui também?

A Netflix divulgou uma declaração sobre os aumentos de preços: “De tempos em tempos, os planos e os preços da Netflix são ajustados à medida que adicionamos mais programas de TV e filmes exclusivos, apresentamos novos recursos e melhoramos o Netflix Experimente para ajudar os membros a encontrar algo ótimo para assistir ainda mais rápido “.

Desde 2014, a marca não anuncia grandes aumentos, a mudança desta vez somará para a Netflix já que a empresa agora produz uma grande quantidade de conteúdo origina e promete mais pela frente.

Os planos para gastar US $ 6 bilhões em projetos em 2018 foram recentemente revisados ​​pela chefe de conteúdo Ted Sarandos, que adicionou um bilhão de bilhões de dólares a conta.

Demandar mais dinheiro por parte dos assinantes pode encontrar certa resistencia, com a maior variedade encontrada pelos consumidores com a crescente opções para a TV fornecida pela internet.

A Netflix enfrenta uma crescente concorrência de serviços similares, incluindo o Prime Video da Amazon e a HBO Now, bem como uma variedade de pacotes de transmissão de TV e serviços menores de vídeo sob demanda. Estamos acompanhando os capítulos desta novela.

Este conteúdo foi originalmente publicado no site da AdNews.

Veja também