Após polêmica, camisetas da marca das irmã Jenner saem de linha

As irmãs estamparam, sem autorização, camisetas com suas fotos e o emblema "KK" sobre ícones clássicos de músicos e bandas

Mais uma polêmica envolvendo o clã Kardashian-Jenner, desta vez com a marca Kendall + Kylie sob os holofotes.

O último lançamento da grife das irmãs, a linha de camisetas ‘Vintage’, teve que ser retirada do e-commerce após críticas de internautas.

As irmãs estamparam, sem autorização, camisetas com suas fotos e o emblema ‘KK’ sobre ícones clássicos de músicos e bandas como Tupac, Pink Floyd e Metallica.

As peças estavam sendo vendidas por 125 dólares, aproximadamente R$ 413.

Camisetas Kylie e Kendall Jenner

Sharon Osbourne, mulher de Ozzy Osbourne, e a mãe do rapper The Notorious B.I.G., Voletta Wallace se manifestaram.

“Garotas, vocês não ganharam o direito de colocar suas caras com ícones da música. Se atenham ao que vocês sabem… batom”, escreveu Sharon.

“Não tenho certeza quem falou para Kylie e Kendall Jenner que elas tinham o direito de fazer isso. O desrespeito destas garotas em nem procurar à mim ou ninguém conectado a esta propriedade me choca. Eu não tenho ideia porque elas pensaram que poderiam explorar a morte de 2pac e do meu filho Christopher para vender camisetas. Isso é desrespeitoso, nojento e exploração no seu pior!!”, declarou Voletta.

No Twitter, Kendall e Kylie publicaram a mesma mensagem para se desculpar.

“Estes designs não foram bem pensados e pedimos sinceras desculpas para todos que se sentiram chateados/ofendidos, principalmente à família dos artistas. Somos grandes fãs das músicas deles e não foi nossa intenção desrespeitar estes ícones culturais de maneira alguma. Todas as camisetas foram tiradas de linha e as imagens foram removidas. Iremos usar isso como uma oportunidade de aprender com nossos erros e, novamente, desculpa.”