Ambev aceita alterar propaganda do Guaraná Black

Deverá ser alterada a embalagem do produto para que conste expressamente a existência de "aroma natural de açaí" e "aroma natural de guaraná"

São Paulo – A Proteste Associação de Consumidores fez um acordo com a Companhia de Bebidas das Américas (Ambev) que, após reunião no Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), aceitou ajustar, de imediato, filme e peças publicitárias do guaraná Black. 

Será alterada a expressão “Guaraná, Açaí e Frutas da Amazônia” por “Frutas da Amazônia: Guaraná e Sabor Açaí”.

A fabricante do refrigerante apresentou cópia do registro do produto no Ministério da Agricultura que comprova a presença de aroma natural de açaí na sua composição. 

Em até seis meses também será alterada a embalagem do produto para que conste expressamente a existência de “aroma natural de açaí” e “aroma natural de guaraná” e não apenas a palavra “aromatizante”, na lista de ingredientes.

A utilização da expressão “sabor…” é permitida pela norma (Informe Técnico ANVISA nº 26/07), e seu uso publicitário, inclusive com alusão, imagens e etc ao próprio produto (açaí, no caso) é plenamente autorizado pelo Conar.

A Proteste havia pedido providências ao Conar e aos Procons de São Paulo e do Rio de Janeiro, no início do mês, pela propaganda do Guaraná Antarctica Black, lançado no mês passado pela (Ambev). 

Anunciado como uma mistura do tradicional refrigerante com o “sabor do açaí”, a bebida não tem a fruta na lista de ingredientes descritos no rótulo. Foram pedidas as alterações da rotulagem e das campanhas publicitárias do produto

Na lata à venda atualmente, o produto é descrito como “Frutas da Amazônia: guaraná e sabor açaí”. São listados os seguintes ingredientes: água gaseificada, açúcar, extratos de cenoura roxa e hibisco, extrato de guaraná, corante caramelo IV, acidulantes, ácido fosfórico e ácido cítrico, emulsificante goma acacia, aromatizante e regulador de acidez citrato de sódio.