Ação de conscientização no trânsito “vende” carro popular por R$ 399 reais

Anúncio fictício provoca reflexão sobre comportamentos ao volante que podem custar vidas

São Paulo – Durante todo o mês de maio, quem navegar pela plataforma de compra e venda online OLX poderá se deparar com um anúncio incomum: um carro popular zero sendo vendido por R$ 399 reais. Sonho? Nada disso: é uma campanha de alerta sobre conscientização no trânsito.

Assim que o usuário clica no anúncio, ele é direcionado para uma página com conteúdo que estimula a reflexão sobre as principais causas de acidentes de trânsito no Brasil:  uso do celular, embriaguez e a alta velocidade.

Feita em parceria com a empresa Rodobens, a campanha faz alertas sobre comportamentos ao volante que colocam em risco a vida de motoristas e pedestres, como o fato de que 399 milésimos de segundo ao celular serem suficientes para desviar a atenção do motorista e provocar um acidente. Ou, ainda, que 400 miligramas de álcool no sangue combinadas com uma velocidade 180 Km/h podem provocar uma morte de trânsito.

A campanha integra o movimento global Maio Amarelo, que visa chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito.

Considerando todas as cidades do Brasil, foram registradas 37.345 mortes de trânsito em 2016, que é o último ano com dados disponíveis no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde.

Em 2018, a primeira edição da campanha impactou mais de 6,5 milhões de pessoas na Internet e na mídia. Os anúncios, que também ficaram disponíveis por 21 dias durante o mês de maio, receberam mais de 16 mil visualizações.

Na fanpage da Rodobens, o índice de engajamento foi de mais de 150%. A expectativa da OLX é atingir, no mínimo, 2 milhões de pessoas. A empresa conta com uma base de 21 milhões de usuários ativos por mês. Confira abaixo a campanha:

Campanha conjunta da OLX e Rodobens: toda a atenção ao volante é pouca.

Campanha conjunta da OLX e Rodobens: toda a atenção ao volante é pouca. (OLX e Rodobens/Divulgação)