5 propagandas criativas para os banheiros de São Paulo

Algumas ideias para os banheiros públicos que São Paulo deverá ganhar com verba de propaganda

Você já deve ter lido ou ouvido falar que, com a ajuda da verba de propaganda, a cidade de São Paulo vai receber 400 banheiros públicos fixos e 40 móveis em 2018.

O prefeito João Doria autorizou a instalação e manutenção do mobiliário urbano por meio de uma concessão pública em troca de publicidade. Parece um lugar limitado para ativações de marcas? Nem tanto. Com uma boa dose de criatividade é possível pensar em soluções divertidas ou impactantes. Abaixo estão cinco exemplos:

1. Deixe-me assoprar senhor

Ideia simples e divertida. A McCann Erickson da Tailândia colocou naqueles aparelhos para secar as mãos um adesivo de um homem assoprando algo. A peça promove a marca local de pimentas Wolf.

Campanha da McCann Erickson da Tailândia Campanha da McCann Erickson da Tailândia

Campanha da McCann Erickson da Tailândia (McCann Erickson/Divulgação)

2. Um game no mictório

O divertido anúncio abaixo foi criado para promover a temporada de futebol, incluindo a Copa do Mundo de 2006 (faz tempo) da ESPN e da ESPN Brasil.

Campanha da ESPN Campanha da ESPN

Campanha da ESPN (ESPN/Divulgação)

3. Drogas de mentirinha no banheiro

Nos EUA, a Netflix pegou pesado para promover a última temporada de Narcos, simulando cocaína no banheiro de algumas baladas. A ação desenvolvida pela a agência DonerLA também produziu porta-copos em formato de espelho, simulando uma superfície supostamente utilizada para cheirar a droga.

Campanha da Netflix Campanha da Netflix

Campanha da Netflix (Netflix/Divulgação)

4. Uma espiada no WC feminino

Outra que ousou em uma ação controversa foi a Axe. A marca criou uma ação para “permitir” que os homens pudessem espiar virtualmente o que acontece nos banheiros femininos usando QR Codes.

5. Um acidente no espelho

Imagine que você está no happy hour e dá aquela vontade de ir ao banheiro. De repente, enquanto você se observa no espelho do estabelecimento, uma pessoa atravessa a parede e se espatifa no vidro. Apenas o rosto e a mão do acidentado ficam visíveis, enquanto o sangue dele escorre na pia. Chocante? Pois esta foi a ação da Leo Burnett de Londres para conscientizar motoristas que bebem e dirigem.

Conteúdo publicado originalmente no site AdNews.