10 lugares nada convencionais que viraram mídia

A WMcCann inaugurou um novo tipo de mídia, inédita no Brasil, na linha amarela do metrô de SP. Conheça outras amostras de mídias não-convencionais

São Paulo – Na última sexta-feira (1), o Adnews noticiou que a WMcCann inaugurou um novo tipo de mídia, inédita no Brasil, na linha amarela do metrô de SP.

Além deste exemplo, o Adnews seleciona abaixo 10 amostras de lugares nada convencionais que viraram mídia.

Confira:

1 – Pão

O Lifebuoy, junto com a agência OgilvyAction, decidiu espalhar a importância de lavar as mãos antes de comer na Índia. Por lá, o hábito de comer sem talheres é comum.

Eles estamparam 2.5 milhões de pães indianos com a mensagem “Você já lavou suas mãos com Lifeuboy?”. Os pães, segundo a empresa, alcançaram mais de 5 milhões de visitantes do festival e ajudaram na conscientização sobre os perigos da diarreia.

//www.youtube.com/embed/e_2tQekUDy8

2 – Prato

Criada pela DM9Sul para a Ecobenefícios, esta ação lançada no Dia Mundial da Alimentação de 2012 para reforçar a conscientização sobre o desperdício de alimentos no Brasil foi finalista em importantes festivais internacionais, como Cannes (shortlist em Promo) e Clio (shortlist em Design) tinha como objetivo alertar a população sobre o descarte exagerado de comida.

A agência criou um prato com tamanho 20% menor do que o normal, mesma porcentagem de comida desperdiçada diariamente no Brasil. A ideia foi colocada em prática em restaurantes e refeitórios e o prato de tamanho reduzido tomou o lugar dos modelos tradicionais no almoço e jantar.

//www.youtube.com/embed/V0FvyIYeWOI

3 – Água

São Paulo vivencia uma das maiores secas de sua história. Para sensibilizar as pessoas sobre a necessidade de cooperação na economia de água, a rede de academias Bodytech lançou a campanha #CadaGotaConta.

Criada pela agência Loducca, a ação surpreendeu as pessoas em um dos momentos em que mais se desperdiça água: o banho. Como? Transformando a própria água em mídia.

//player.vimeo.com/video/101249927?title=0&byline=0&color=47fce5

5 – Janela

Uma ideia da alemã BBDO de Düsseldorf faz a janela dos trens falarem com os passageiros.

Utilizando uma tecnologia outrora disponível apenas para deficientes auditivos e militares, a marca acoplou um neurotransmissor que emite frequências percebidas apenas por quem encosta a cabeça na janela. Ao fazer isso, a novidade intitulada “Bone Conduction” manda os sinais que o cérebro lê como sons.

//www.youtube.com/embed/azwL5eoE5aI

6 – Lata de Lixo

A McCann-Erickson de Portugal decidiu promover o trabalho da ONG Vitae de uma maneira diferente. Já que a organização ajuda os sem-teto, os criativos transformaram as latas de lixo em mídia.

A ação, lançada no período de Natal, colocou a seguinte frase nos objetos: Ajude, para que ninguém faça aqui a ceia de Natal.

 

7 – Porta-Copo

Criada pela Whybin/TBWA, esta ação criou um porta-copo com fotos de mulheres e crianças que apareciam “machucadas” depois que um copo ou garrafa de uma bebida gelada era colocada sobre eles. As imagens foram impressas com tinta termográfica para causar o efeito. O objetivo era promover a ONG Safer Homes in NZ Everyday, que ajuda pessoas da Nova Zelândia em situação de violência doméstica.

 

8 – Caminhão de lixo

Manter uma boa alimentação pode até não ser muito fácil, mas é absolutamente necessário. Ciente disso, a associação Mehyom, cuja causa é orientar as pessoas a comer melhor e ter uma vida mais saudável, criou uma ação curiosa.

Para impactar as pessoas pelas ruas da cidade de Ramat Hasharon, em Israel, a organização envelopou a traseira de um caminhão de lixo com a imagem de uma boca gigante. O resultado ficou bem interessante. A campanha foi criada pela agência FCB Shimoni FINKELSTEIN BARKI, também de Israel.

 

9 – Árvores

Quando aumentam os índices de ozônio (gás que piora a qualidade do ar especialmente no verão), ela ganha um semblante de quem grita ou tosse. Mas, se chove e a qualidade do ar melhora, ela sorri prazerosamente. Assim é a Árvore que Sente, ação criada pela agência Y&R para o IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas.

//www.youtube.com/embed/2JVZGba5JsM

10 – Banco

Já que o lema de Kit Kat é dar um “break”, que tal comunicar isso utilizando o local onde as pessoas sentam para dar uma pausa? Criação é da JWT Londres.