Petróleo fecha em leve queda com realização de lucros

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o petróleo para julho fechou em queda de US$ 0,06 (0,06%), a US$ 104,35 por barril

São Paulo – Os contratos futuros de petróleo encerraram o pregão desta terça-feira, 10, em leve queda, com os investidores realizando lucros da sessão passada, quando a commodity negociada em Nova York atingiu o maior valor desde 3 de março.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o petróleo para julho fechou em queda de US$ 0,06 (0,06%), a US$ 104,35 por barril.

Na IntercontinentalExchange (ICE), em Londres, o petróleo Brent para julho recuou US$ 0,47 (0,43%), para US$ 109,52 por barril.

No pregão de ontem, o petróleo negociado em NY atingiu o maior valor em três meses impulsionado pela expectativa de aumento da demanda nos Estados Unidos, China e Japão, os maiores consumidores mundiais.

Por consequência, na sessão desta terça-feira, os investidores realizaram os lucros do dia anterior e pressionaram os preços da commodity.

Por outro lado, os preços da commodity encontraram algum suporte na expectativa de aumento dos estoques semanais de petróleo e de seus derivados nos EUA, o que, se for confirmado, pode mostrar que a demanda norte-americana por energia continua aquecida.

Analistas ouvidos pela Platts esperam que o relatório da American Petroleum Institute (API, uma associação de refinarias), que será divulgado no final da tarde de hoje, mostre um declínio de 1,2 milhão de barris de petróleo bruto nos estoques da semana encerrada em 6 de junho.

Eles preveem também o recuo de 500 mil barris nos estoques de gasolina e uma subida de 750 mil barris de destilados.

Com informações da Dow Jones Newswires.