Não vamos subestimar a Costa Rica, avisa volante holandês

"Eles não chegaram até aqui por casualidade. Acreditam em suas chances e têm muita fé", disse Nigel De Jong

Salvador – O volante Nigel De Jong é titular absoluto e um dos líderes da seleção holandesa, mas não poderá mais jogar na Copa do Mundo por causa de uma lesão. Mesmo assim, segue junto com o grupo, para passar experiência e dar seu apoio.

E o recado dele é muito claro: a Holanda não vai subestimar a Costa Rica no jogo deste sábado, em Salvador, pelas quartas de final da competição.

“Não vamos subestimar a Costa Rica. Vai ser um jogo muito duro. Eles não chegaram até aqui por casualidade. Acreditam em suas chances e têm muita fé”, avisou De Jong, escalado pelo técnico Louis van Gaal para dar a entrevista coletiva obrigatória da Fifa antes do jogo, nesta sexta-feira, justamente por estar vetado para enfrentar os costarriquenhos – o comandante holandês entende que falar com a imprensa tira a concentração de seus jogadores para a partida.

Para evitar surpresas diante da Costa Rica, De Jong receita foco e tranquilidade aos seus companheiros de seleção.

“Esse é o momento mais importante na vida de qualquer jogador de futebol. É preciso se concentrar para entrar em campo sem tanta pressão. Não é fácil, mas é possível reduzir a pressão mantendo um certo nível de relaxamento”, afirmou o volante.