Citigroup indeniza clientes por práticas abusivas

Os 700 milhões de dólares serão repassados a 9 milhões de consumidores prejudicados entre 2000 e 2013, afirma um comunicado das agências reguladoras

O banco americano Citigroup aceitou pagar 700 milhões de dólares de indenização a titulares de cartões de crédito e 70 milhões a duas agências reguladoras para evitar processos por práticas consideradas ilegais e abusivas.

Os 700 milhões de dólares serão repassados a 9 milhões de consumidores prejudicados entre 2000 e 2013, afirma um comunicado das agências reguladoras.

O Citigroup foi acusado pela entidade americana de proteção ao consumidor (CFPB, na sigla em inglês) e por uma agência de regulação bancária (OCC) de estimular seus clientes a contratar produtos anexos a seus cartões, entre eles seguros contra fraude de identidade e contra desemprego.

Outros bancos americanos, como o JPMorgan Chase e o Bank of America, já haviam sido sancionados pela CFPB e por outras autoridades por induzir seus clientes ao erro. Esses bancos também aceitaram indenizar as vítimas e pagar multas, comprometendo-se a mudar suas práticas.