Carro ou app? Novo Classe A traz experiência digital inédita

Lançado no Salão do Automóvel 2018, modelo da Mercedes-Benz é equipado com sistema exclusivo de interação com motorista

Sempre que você compra um carro, um novo relacionamento se inicia.

E quem toma a iniciativa é o motorista: ele precisa se adaptar ao painel, aos pedais, ao câmbio, ao motor e aos sistemas de segurança e entretenimento. Afinal, o veículo não vai se ajustar, correto? É o motorista que precisa fazer concessões para que a relação funcione.

Tudo isso muda quando o veículo tem um computador de bordo equipado com um sistema inteligente e intuitivo: é o carro que se adapta a você, e não o contrário.

Esse é o grande destaque da quarta geração do Classe A, da Mercedes-Benz, apresentada no Salão do Automóvel 2018.

A tecnologia embarcada no modelo representa uma inovação na forma de se relacionar com o carro, que passa a se comportar como um companheiro de viagem.

Experiência única

O novo Classe A vem equipado com o Mercedes-Benz User Experience, um sistema multimídia inédito e completamente intuitivo.

O usuário – motorista ou passageiro – pode se comunicar de diferentes formas com o MBUX: por meio da tela widescreen sensível ao toque, do touchpad localizado no console central ou “chamando a atenção” do sistema, que atende a comandos de voz.

O MBUX interage com o usuário a partir de comandos de voz

O MBUX interage com o usuário a partir de comandos de voz (Mercedes-Benz/Divulgação)

O controle vocal do MBUX funciona a partir do reconhecimento da fala natural. A interação é ativada por meio das palavras-chave “Hey, Mercedes” (ou ainda “Olá, Mercedes” ou “E aí, Mercedes”).

O sistema, então, inicia uma conversa com o usuário, que pode solicitar a realização de funções diversas – desde o ajuste da temperatura do ar-condicionado até a checagem do consumo médio de combustível.

Se o sistema estiver pareado com um smartphone, é possível ainda solicitar a realização de chamadas telefônicas, acessar aplicativos como Spotify e Waze e, ainda, acompanhar trajetos de navegação via Google Maps.

No painel, a posição dos botões pode ser ajustada como se faz com uma tela de smartphone: basta mover os ícones. Existem também diferentes maneiras de visualizar o painel, desde um padrão mais discreto até uma versão com mais ícones aparecendo simultaneamente.

Todas as preferências – inclusive as de iluminação e ergonomia – podem ser salvas em um perfil e recuperadas quando o carro é ligado, tornando a experiência ainda mais personalizada para cada pessoa que entra no veículo.

É a primeira vez que a Mercedes introduz uma inovação em um modelo de entrada da montadora.

Estilo e segurança

O cockpit widescreen chama a atenção de quem entra no novo Classe A, mas não é a única novidade.

O design externo totalmente renovado aposta em linhas laterais arrojadas e pneus largos, com rodas de 18 polegadas, além de teto solar panorâmico, tornando-o o modelo mais esportivo de seu segmento. Tudo isso com maior espaço interno e de porta-malas do que a geração anterior.

O modelo também passou por uma renovação no visual

O modelo também passou por uma renovação no visual (Mercedes-Benz/Divulgação)

O Classe A conta ainda com motor de 224 cavalos de potência, capaz de sair de 0 e chegar a 100 quilômetros por hora em 6,2 segundos, e vem de série com sistema de frenagem ativo: em caso de emergência, o carro aciona o sistema de freios automaticamente, graças a sensores que ajudam a identificar curvas adiante e a calcular a distância em relação ao veículo a frente.

O resultado do pacote completo é uma experiência inédita ao volante.