Zuckerberg foi o homem mais caridoso de 2013

O criador do Facebook doou a maior quantia do ano, 992 milhões de dólares em ações de sua empresa

São Paulo – Mark Zuckerberg e sua esposa, Priscilla Chan, foram os maiores doadores de fortunas de 2013, segundo o The Chronicle of Philantropy. Eles são os mais novos da história a encabeçar a lista composta por americanos.

O casal ultrapassou o já conhecido bilionário-filântropo Bill Gates em dezembro do ano passado, ao doar 18 milhões de ações do Facebook para uma fundação no Vale do Silício que redistribui o dinheiro em escolas, hospitais e outras instituições.

O valor da doação foi estimado em mais de 992 milhões de dólares.

O posto de mais generoso do mundo, porém, foi alcançado por Zuckerberg porque sua doação foi a maior doação única do ano. Bill Gates, por exemplo, doou “apenas” 181 milhões em 2013, mas esta quantia é apenas parte de uma promessa de doar 3,3 bilhões de dólares em 2004.

Ao todo, os 50 maiores doadores de 2013 deram 7,7 bilhões de dólares para caridade em 2013, valor 12% maior que o entregue no ano passado.

Mark Zuckerberg foi seguido no ranking por George Mitchell, um magnata do petróleo no Texas que, ao morrer no ano passado, prometeu 750 milhões de dólares para a fundação que leva seu nome e o de sua mulher. Michael Bloomberg, o investidor e ex-prefeito de Nova York, ocupou o quarto lugar, com 452 milhões de dólares.

Em 2010, o criador da rede social mais famosa do mundo entrou para o Giving Pledge, um grupo criado por Bill Gates e Warren Buffet que convidava bilionários a doarem parte de seus fundos em um determinado prazo. Ele prometeu doar metade de sua fortuna.