Novo VW Tiguan é vendido a partir de R$ 105.390

O preço do novo modelo é cerca de R$ 4 mil mais caro que a geração anterior

São Paulo – O Volkswagen Tiguan reestilizado acaba de desembarcar no Brasil. O utilitário, que chegou ao país em 2009, dois anos após ser lançado na Europa, passou pelo tradicional face-lift de meia idade, conforme reza a cartilha germânica. O Tiguan, agora, adota a nova identidade visual da marca, com os faróis com linhas retas e a grade interligando as duas peças.

O modelo, agora conta com linhas predominantemente horizontais, seja visto de frente (os faróis tinham um naco arredondado em sua parte inferior), de lado (o friso inferior linha uma linha ascendente) ou de trás (as lanternas com elementos circulares deram lugar a uma retangular, no mesmo estilo da nova SpaceFox). Em linhas gerais, o Tiguan seguiu a linha adotada pelo seu irmão maior, o Touareg, e está com ares mais urbanos.

Outro destaque fica por conta do conjunto de iluminação diurna, formado por catorze LEDs. Por dentro, as novidades se resumem à tela colorida no painel de instrumentos e uma faixa central em couro Alcantara nos bancos de tecido (o carro das fotos possui bancos de couro, vendidos como opcional). A Volkswagen manteve as “mesinhas de avião” para os passageiros de trás (no encosto dos bancos dianteiros), o banco do passageiro dianteiro totalmente reclinável para frente (que forma uma mesa de apoio para o motorista), e os banco traseiro bipartido reclinável, com ajuste longitudinal (que faz a capacidade do porta-malas variar de 470 a 1510 litros).

Outro ponto em que a Volks não fez mudanças foi no bom conjunto mecânico. O 2.0 TSI entrega 200 cavalos de potência e trabalha em conjunto com a transmissão automática de seis velocidades. O motorista encontra o torque máximo já a partir dos 1800 rpm e, se desejar, pode buscar um pouco de diversão e esportividade com as trocas no volante e também na alavanca.

A tração “4Motion” é do tipo integral permanente e, em condições normais, direciona 90% do torque para o eixo dianteiro. Se houver necessidade, essa proporção pode ser alterada para até 100% nas rodas de trás. Isso garante uma boa desenvoltura em pisos escorregadios ou trilhas.

O utilitário incorpora, em sua lista de opcionais, o Park Assist II, nova geração do sistema que, ao encontrar uma vaga compatível, realiza a manobra de estacionamento para o motorista, que precisa apenas controlar o acelerador e o freio. O espaço livre além do comprimento do carro, que antes era de 1,2 metro, foi reduzido para 80 cm. Outra novidade é que o motorista não precisará mexer no volante ao estacionar em vagas de 90 graus. Outra tecnologia incorporada pelo modelo, também vendida como opcional, é o sistema de detecção de fadiga, que avalia o padrão de comportamento do motorista nos primeiros 15 minutos de condução e, depois disso, caso perceba mudanças provocadas pela fadiga, como reações mais lentas ao volante, emite um sinal sonoro e visual.

O novo Tiguan agora é vendido a partir de 105 390 reais, cerca de 4 mil a mais que a geração anterior.