Você viveria num contêiner?

Contêineres resumem valores importantes nas casas de hoje: flexibilidade, despojamento, reúso

São Paulo – “Hoje, as pessoas não têm apenas uma carreira. Os planos A, B e C coexistem, e o lugar onde habitamos sofre o impacto disso”, diz André Oliveira. Dessa forma, muitos lares tornam-se um espaço para experimentações, no qual a atmosfera criativa é o mote.

Os jeitos de morar podem fugir do convencional, a exemplo dos dois contêineres projetados pelo arquiteto gaúcho Trajano Silva e instalados no mesmo terreno. A história começou assim: os irmãos Vico e Thomaz Crocco – chef e designer gráfico, respectivamente – queriam conviver mais com a mãe, a designer Heloísa Crocco. 

Optaram, então, por montar seus locais de trabalho no entorno da casa dela, onde também funciona o Crocco Studio Design. Uma solução prática, já que não exige construção, e que propicia um modo mais livre de viver.