Você conhece os uísques fantasmas? Sim, eles existem

O Johnnie Walker Blue Label Ghost and Rare Port vem de uma destilaria que não produz mais, mas que ainda tem uísques raros armazenados em seus barris

Os castelos da cinzenta Escócia remetem a fantasmas e assombrações. Essa é uma das razões que torna bastante apropriado o nome do mais recente lançamento da Johnnie Walker, o Johnnie Walker Blue Label Ghost and Rare Port. Mas esse não é o principal motivo. O novo rótulo é o segundo da marca que traz edições especiais elaboradas com uísques raros selecionados das reservas das chamadas destilarias fantasmas, ou seja, destilarias desativadas, mas que ainda armazenam uísques raros e especiais em seus barris.

“A série Ghost and Rare proporciona uma viagem pelas destilarias icônicas da Escócia que tem suas reservas cada vez menores”, conta Guilherme Martins, diretor de Reserve da Diageo no Brasil. “No ano passado, em sua primeira edição, a homenagem foi para a prestigiada destilaria Brora; agora é a vez de celebrar Port Ellen.”

A destilaria fantasma Port Ellen, localizada no sul de Islay, foi fechada em 1983. Para apreciadores da categoria, o líquido lá produzido representa o ápice do uísque turfado. Há mais de 36 anos sem produzir uma gota sequer, sua reserva vem se tornando mais desejável – e valiosa. Desde 2012, seus uísques tiveram uma valorização de 134,9%.

O Johnnie Walker Blue Label Ghost and Rare Port Ellen é um blend formado por oito uísques, cinco puros maltes raros e três uísques de destilarias fantasmas. Os uísques fantasmas de Caledonian e Carsebridge conferem camadas de baunilha cremosa, enquanto os maltes de Mortlach, Dailuaine, Cragganmore, Blair Athol e Oban oferecem ondas de cítricos aveludados, malte rico e frutas tropicais. E onde entra Port Ellen? Com um característico defumado marinho, que traz equilíbrio à mistura.

O raro rótulo ganhou um evento de lançamento nesta quarta-feira no Bar do Cofre SubAstor, recém inaugurado no Farol Santander, em São Paulo. A casa foi eleita a primeira embaixada dos rótulos super deluxe de Johnnie Walker e terá a dose do uísque em sua carta. Pedro Andrade, embaixador de Blue Label, e Nicolas Pietrolungo, Senior Brand Ambassador, especialista da Diageo, apresentaram o produto e conduziram a degustação. Eles recomendam saborear o uísque puro, com um copo de água gelada à parte. Faz sentido. Com preço estimado de R$ 1.500 a garrafa, recomenda-se tomar com bastante moderação.