Vinho se alia ao carnaval para aumentar popularidade no país

Escola de samba Vai-Vai, em São Paulo, fará desfile dedicado à cultura vitivinícola

Bento Gonçalves, 29 set (EFE).- O vinho e o samba vão se juntar no carnaval de São Paulo no ano que vem, no desfile da escola Vai-Vai, que será dedicado à cultura vitivinícola, informaram neste sábado fontes do setor.

Agremiação com mais títulos do carnaval paulista, com 14, a Vai-Vai apresentará no dia 8 de fevereiro um enredo chamado ‘Sangue da terra’, sobre os vinhos produzidos no país, informou o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin).

‘O objetivo é divulgar o vinho e promover a democratização do consumo, mostrar que o vinho não é bebido apenas em algumas ocasiões especiais, e o samba é uma bela alternativa para isso’, disse neste sábado à Agência Efe o presidente do Ibravin, Alceu Dalle Molle, em Bento Gonçalves (RS).

Dalle Molle participou hoje nesta cidade, considerada a capital vinícola do Brasil, da 20ª edição da Avaliação Nacional de Vinhos, organizada pela Associação Brasileira de Enologia, que qualificou os melhores rótulos da safra 2012.

Um grupo de componentes da Vai-Vai foi encarregado de fechar a programação com um show de samba no qual desfilaram ao longo do pavilhão onde aconteceu o evento.

Um estudo de mercado encomendado pelo Ibravin mostrou a necessidade de divulgar os diferenciais da bebida nacional e seus benefícios para a saúde, assim como a democratização do consumo, e assim surgiu o projeto de associar os vinhos ao carnaval.

‘O consumo de vinho é cultural, no Brasil as pessoas o associam a vaidade e status’, afirmou Miguel Almeida, enólogo da Vinícola Miolo.

O consumo per capita de vinho no Brasil é de apenas 1,8 litro por ano, enquanto na Argentina é de 30 litros.

Para potencializar o consumo de vinho no carnaval, uma festa na qual a cerveja é a bebida alcoólica mais consumida, o Ibravin lançou uma campanha com o lema ‘Seja original, beba vinho no carnaval’.

Para aproximar a população da cultura vinícola, durante o carnaval de São Paulo será feita uma campanha promocional de venda de vinhos a baixo preço, mais baratos que a cerveja.

A associação do vinho com festas populares começou neste ano com um projeto piloto no desfile das escolas de samba de Porto Alegre, e no próximo ano dará um salto ao carnaval de São Paulo, com a expectativa de entrar em 2014 no do Rio de Janeiro.

‘Temos contatos com duas escolas do Grupo Especial do Rio de Janeiro para que em 2014, ano da Copa do Mundo, o vinho esteja presente no carnaval carioca’, acrescentou Della Molle.

No desfile da Vai-Vai em São Paulo, serão investidos cerca de R$ 3 milhões, dos quais o Ibravin será responsável por cerca de 15%, e o restante será captado com empresas do setor por meio da lei de incentivo à cultura. EFE