Veja um resumo de todas as temporadas de “Gilmore Girls”

Acompanhe um pequeno resumo de todos acontecimentos importantes no seriado ao longo dos anos

Dá para acreditar? Quatro novos e – provavelmente – incríveis episódios de “Gilmore Girls” estão a caminho! Com estreia prevista para esta sexta-feira, 25, eles prometem fechar de forma digna essa série tão querida por todos.

Com problemas contratuais, os criadores Amy e Dan Sherman-Palladino não participaram da esquecível sétima temporada e agora, quase dez anos após o series finale, estão de volta para colocar as histórias nos devidos lugares, inclusive com as famosas quatro últimas palavras.

O quê? Já esqueceu de todas as histórias? Abaixo, um pequeno resumo de todos acontecimentos importantes no seriado ao longo dos anos.

Temporada 1

gilmore-girls1

 (Reprodução Netflix/MdeMulher)

Ei, seja bem-vinda a Stars Hallow, uma cidade pequena no coração de Connecticut, onde nunca falta café e referências da cultura pop afiadas. E foi lá que Lorelai Gilmore (Lauren Graham), uma mãe solteira de 30 e poucos anos com o costume de falar muito mais rápido do que o normal, escolheu para criar, hum, sozinha a filha, também chamada de Lorelai Gilmore, mas apelidada apenas como Rory (Alexis Bledel).

“Os caras sempre dão o próprio nome para os bebês, por que eu não posso fazer o mesmo?”, explica ela, logo no episódio piloto. E, bem, essa primeira temporada da série é fantástica! É quando o público pode se apaixonar pela relação entre mãe e filha, mas que mais parece uma amizade. É quando, ao decidir colocar Rory em uma escola particular (saudades, Chilton!), Lorelai precisa pedir ajuda financeira aos pais e lidar com todos os problemas familiares que ela gostaria de esquecer…

É quando começam os jantares de sexta-feira, na casa de Emily (Kelly Bishop) e Richard Gilmore (Edward Herrmann).

E, também, é quando Rory dá o primeiro beijo em Dean (Jared Padalecki), ao mesmo tempo que a mãe começa um relacionamento com Max Medina (Scott Cohen), o professor da garota…

Talvez o fato mais relevante sobre essa season seja mesmo o capítulo no qual Rory apresenta pizza congelada aos avós que, óbvio, ficam cho-ca-dos com o estilo de vida da neta.

Temporada 2

girlmore-girls2

 (Reprodução Netflix/MdeMulher)

Ai, Lorelai e as particularidades dela! Com medo do compromisso – ou porque, de fato, não amava Max -, ela desiste do casamento e parte em uma road trip para Harvard, a faculdade dos sonhos de Rory.

Porém, é quando elas voltam que as coisas começam a esquentar: um rapaz muito do mal encarado chegou na cidade. O nome dele? Jess Mariano (Milo Ventimiglia)❤.

Ah, quem dá as caras também para balançar o coração da gerente de hotel é Christopher (David Sutcliffe), pai da Rory. Dá para acreditar que ele trocou a moto por um Volvo? Que vergonha! Mas pior mesmo é ver ele disposto a ter algo mais sério, porém desistir ao saber que Sherry (Mädchen Amick) estava grávida, para o sofrimento de Lorelai.

Ah, nessa temporada Sookie (Melissa McCarthy) se torna uma mulher casada e, finalmente, desiste das brigas maravilhosas com Jackson (Jackson Douglas).

E, entre um dos eventos mais tradicionais de Stars Hallow, o Picnic-leilão, Rory começa a se meter em problemas: se envolve com Jess, vai para Nova York atrás dele e perde a formatura de Lorelai. Tal mãe, tal filha…

Temporada 3

girlmore-girls3

 (Reprodução Netflix/MdeMulher)

Duas palavras: Dave Rygalski. Tirando todo o charme de Adam Brody, a terceira temporada foi, sem dúvida, uma das melhores! Em grande parte dela, acompanhamos os esforços de Rory, como ser a vice-presidente de Paris (Liza Weil) no grêmio estudantil de Chilton, para chegar até Harvard – o que ela, de fato, consegue, além de ser aceita em Yale e Princeton.

Mas, bem, quem se importa com qual faculdade ela vai quando temos Dean e Jess brigando pelo coração de nossa mocinha? Em um dos melhores episódios de toda a série, o “A caçada aos Gilmore”, a garota participa com a mãe de uma maratona de dança, termina com o ajudante do supermercado e, de quebra, engata um romance com Jess – o que, claro, foi uma péssima escolha, visto que ele, entre todos os horríveis namorados da Rory, era o pior e a trocou pela Califórnia.

Enquanto isso, Lorelai sofria ~em segredo~ o fim do não-quase relacionamento com o ex Christopher e passa praticamente os 22 capítulos solteira, mas compensa ao engatar um date com ninguém menos que Don Draper, quer dizer, Jon Hamm.

Temporada 4

girlmore-girls4

 (Reprodução Netrflix/MdeMulher)

Eba, depois de muitas discussões – e protestos por parte dos Gilmore -, finalmente, Rory vai para Yale e, bem, precisa se ajustar a uma nova vida – a 30 minutos de Stars Hallow, diga-se! Claro, problemas com as roomates mais loucas do mundo irão surgir no meio do percurso e, ora, veja, Paris é uma delas e está mais afiada do que nunca (ufa!).

Enquanto, a caçula descobre uma nova vida na faculdade – com direito a ter pichada na porta do quarto dela a frase ‘morra, escrota’- , Lorelai também precisa se adaptar: Sookie, Michel (Yanic Trusdale) e ela estão mais do que nunca envolvidos em fazer da pousada Independence um sucesso.

Porém, algumas coisas não saem como planejado, como a gravidez da chef e, obviamente, as contas que não batem no fim do mês. Quem também precisa lidar com novas situações é Emily, que se vê odiando o novo sócio de Richard, o mauricinho Digger, ops, Jason (Chris Eigeman), e começa a repensar todo o casamento dela.

Quanto a vida amorosa, alguns highlights! Rory passa o ano inteiro solteira (coitado do Marty!), mas nos quinze minutos do segundo tempo resolve ser muito mais do que um ombro amigo para Dean…

Lorelai tem mais sorte e FINALMENTE ALELUIA OBRIGADO, na season finale, beija o nosso tão querido Luke (Scott Patterson).

Temporada 5

girlmore-girls5

 (Reprodução Netflix/MdeMulher)

Na quinta temporada finalmente conhecemos Logan Huntzberger (Matt Czuchry), um garoto lindo, sedutor e podre de rico, basicamente o tipo de pessoa mais odiada por Lorelai.

Mas como o coração é um músculo muito estranho – faz coisas do tipo deixar Rory se envolver NOVAMENTE com Dean -, é natural que ela iria se apaixonar pelo playboyzinho.

E é ai que as coisas começam a desandar! A garota consegue um estágio em um dos jornais do pai de Logan, Mitchum (Gregg Henry) e lá o empresário, que já achava Rory medíocre para a pomposa família dele, diz para ela a pior coisa que se poderia falar para um aspirante a jornalista: você não tem talento.

Meio desnorteada, ela resolve fazer algo louco e estúpido: ao lado de Logan, rouba um iate e é presa, óbvio. Depois disso, resolve trancar a matrícula em Yale por uns tempos para se reencontrar.

Enquanto isso, Lorelai continua firme e forte na pousada e, bem, ao lado de Luke. Claro, eles têm algumas desavenças no meio do caminho, mas a temporada acaba com ela pedindo ele em casamento.

Temporada 6

girlmore-girls6

 (Reprodução Netflix/MdeMulher)

O ano da terrível briga entre Rory e Lorelai. Sim, elas sequer se falaram por cerca de NOVE episódios, sério, o coração da série sempre foi a relação entre as duas, então, em uma temporada na qual essa dinâmica é pouco explorada não pode ser considerada uma temporada boa. Porém, toda a “treta” é compreensível: não faz sentido Rory largar Yale e morar com Richard e Emily.

Mas elas, em um capítulo muito bonito, voltam as boas e, óbvio, a garota volta para a faculdade e se torna editora-chefe do Yale Daily News, desbancando Paris.

Nesse meio tempo descobrimos que Luke tem uma filha de 12 anos (oi?), a April (Vanessa Marano), Lorelai termina com ele da pior forma possível e, na season finale, vai novamente para a cama com Christopher.

A vida amorosa de Rory também tem altos e baixos com a volta de Jess (agora ele é um escritor com livros publicados, tá?) e uma rápida pausa na relação com Logan – um tempo muito bem aproveitado pelo playboy – que só acabou após ele se envolver em um acidente.

Ah, Taylor (Michael Winters) também tenta renomear todas as ruas de Stars Hallow.

Temporada 7

girlmore-girls7

 (Reprodução Netflix/MdeMulher)

Vamos pegar uma caneta e riscar toda a sétima temporada? Fingir que ela nunca aconteceu? Bem, infelizmente, ela foi ao ar e, sim, sem os criadores Amy e Dan Sherman-Palladino – com problemas contratuais -, os personagens começaram a agir de formas sem sentido e as histórias, bem…

Para se ter uma ideia do estrago, longe de Luke, Lorelai resolve se casar com Christopher. Em Paris! Felizmente, a relação dos dois durou apenas alguns episódios porque ela logo se deu conta do erro cometido (ou será que foram os roteiristas?).

No fim, Rory não aceita se casar com Logan (pois tem apenas 22!), é rejeitada pelo The New York Times e resolve trabalhar na campanha do Obama (ai, saudades!).

Já Lorelai passa vergonha em uma karaokê, volta para os braços de Luke – ela dá um beijo nele no final, isso significa que tudo acabou bem, não? – e continua visitando os pais todas as sextas-feiras.

Ah, por falar em Richard e Emily, eles fazem um lindo número de Cole Porter na formatura da Rory. Um final bastante estranho, apesar do tom otimista, para uma série praticamente perfeita durante cinco temporadas. Ainda bem que existe a Netflix!