Veja a lista de premiados nas principais categorias do Grammy Latino

O cantor e compositor uruguaio Jorge Drexler foi o grande destaque da premiação, que aconteceu na quinta-feira (15) à noite, em Las Vegas

Las Vegas – O cantor e compositor uruguaio Jorge Drexler foi o grande destaque da premiação do Grammy Latino, que aconteceu nesta quinta-feira à noite em Las Vegas.

Drexler venceu em três categorias: canção do ano e gravação do ano por “Telefonía”, e melhor álbum cantor-compositor por “Salvavidas de hielo”.

Os artistas colombianos também brilharam na premiação, com as vitórias de Maluma na categoria melhor álbum vocal pop contemporâneo por “F.A.M.E.” e de Karol G na categoria revelação por “Mi cama”.

A cantora espanhola Rosalía, que estreou ano passado com uma fusão de flamenco com R&B e eletrônica, triunfou nas categorias fusão urbana e melhor canção alternativa por “Malamente”.

O mexicano Luis Miguel não compareceu à festa, mas venceu na categoria álbum do ano por “México por siempre!”.

Durante a cerimônia, a cantora e compositora brasileira Anaadi lamentou que o país esteja “sofrendo uma ameaça neofascista.

A cantora recebeu o gramofone dourado de melhor álbum de pop contemporâneo em língua portuguesa por “Noturno”. Ela disse que a independência de um artista não se trata apenas de “quem coloca dinheiro no seu projeto, mas de fazer a música que a gente quer, do jeito que a gente quer, pra quem a gente quer”.

“O Brasil agora está sofrendo uma ameaça neofascista de um governo novo”, prosseguiu, referindo-se ao presidente eleito, o ultradireitista Jair Bolsonaro.

“Espero que a gente possa continuar sendo independente para fazer cultura, arte, música independente nesse país que tanto precisa de identidade, que tanto precisa reforçar sua identidade neste momento histórico”, acrescentou.

A seguir a lista de premiados nas principais categorias do Grammy Latino:

Gravação do ano

“Telefonía” – Jorge Drexler

Canção do ano – Prêmio aos compositores

“Telefonía” – Jorge Drexler, compositor (Jorge Drexler)

Álbum do ano

“México por siempre!” – Luis Miguel

Artista revelação

Karol G

Melhor álbum vocal pop contemporâneo

“F.A.M.E.” – Maluma

Melhor álbum vocal pop tradicional

Laura Pausini, “Hazte Sentir”

Melhor fusão/interpretação urbana

“Malamente” – Rosalía

Melhor álbum cantor-compositor

“Salvavidas De Hielo” – Jorge Drexler

Melhor canção alternativa

“Malamente” – Rosalía

Melhor canção urbana

“Dura”, Daddy Yankee, Urbani Mota Cedeño, Juan G. Rivera Vazquez & Luis Jorge Romero, compositores (Daddy Yankee)

Produtor do Ano

Linda Briceño

Melhor álbum de música alternativa

“Claroscura” – Aterciopelados

Melhor canção alternativa

“Malamente” – Rosalía

Melhor álbum de rock

“Expectativas” – Bunbury

Melhor álbum pop rock

“Geometría del rayo” – Manolo García

Melhor canção de rock

“Tu vida mi vida” – Fito Páez

Melhor álbum de cumbia/vallenato

“Esto es vida” – Silvestre Dangond

Melhor álbum tropical contemporâneo

“Vives” – Carlos Vives

Melhor álbum de música ranchera/mariachi

“México por siempre!” – Luis Miguel

Melhor álbum de música banda

“Los gustos que me doy” – Banda Los Recoditos

Melhor álbum de música folclórica

“Musas” – Natalia Lafourcade

Melhor álbum de pop contemporâneo em língua portuguesa

“Noturno” – Anaadi

Melhor álbum de música popular brasileira

“Caravanas” – Chico Buarque