Um simples gesto pode te dar status de cliente VIP em hotéis

David Duncan, presidente e CEO de três vinhedos em Napa, tem uma vasta milhagem acumulada e conta alguns macetes que aprendeu em viagens

David Duncan é presidente e CEO não de um, mas de três vinhedos em Napa. Ele dirige a Silver Oak, que seu pai, Ray, ajudou a fundar em 1972. Famosa por seu cabernet sauvignon, a marca tem fãs como Oprah Winfrey, LeBron James e Matthew McConaughey.

Duncan não calcula sua milhagem anual — nem seu nível como passageiro. “Não tenho ideia de quantas milhas viajo por ano, porque viajo com várias empresas aéreas diferentes”, diz. “E por isso me tornei agnóstico em relação a meu status.” A favorita dele, no entanto, é a Southwest Airlines, na qual sempre compra a mesma passagem (Business Select) para poder embarcar cedo o bastante para se sentar sempre no mesmo lugar: a fileira 11F, a da saída de emergência. “Gosto que a experiência seja sempre a mesma. É eficiente e faz as pessoas sorrirem.”

Ele mora no Vale de Napa com a esposa, Kary, que é dermatologista, e com os três filhos. Abaixo, ele dá dicas de viagens:

Um único gesto para ganhar um status VIP não oficial em hotéis

Peça sempre uma garrafa de vinho que você não pretenda terminar. Quando me hospedo em algum lugar por alguns dias, às vezes peço uma garrafa de vinho no restaurante do hotel com o jantar. E então, bebo apenas algumas taças e dou o restante aos funcionários, já que eu sei que, mesmo tendo consumido apenas três taças, vou pagar o preço de uma garrafa inteira. Os garçons e sommeliers apreciam o gesto e tendem a tratar você como VIP no restante da estadia.

Um souvenir que rende

Fui criado no Colorado, por isso aprendi que, se você está de carro ou se está ao ar livre, deve usar óculos escuros. E óculos escuros são um souvenir que rende: são uma das coisas mais legais para se comprar em outros países. Eles serão únicos quando você voltar para casa e são muito úteis em comparação com a maioria dos souvenires, que costumam virar tranqueiras. Relativamente falando, eles também não são tão caros. Há alguns anos, fui a Roma — de férias, não a trabalho — por uma semana, e todos os dias foram ensolarados. Então comprei um par lá, e eles sempre me fazem lembrar daquela viagem.

Uma regra para ficar em forma e dormir bem ao viajar.

Peça sempre um quarto de hotel em um andar alto. Você dormirá duas vezes melhor e, em andares elevados, terá mais chances de conseguir um quarto bom, porque é maior a concentração de quartos desejáveis nos andares superiores. Eu sou uma pessoa que gosta de estar ao ar livre, gosto de luz natural. E se eu estiver no 10º andar, ou mais baixo que isso, geralmente subo e desço as escadas, porque essa é uma ótima forma de se exercitar. E você não chega a cansar muito.

Não despreze os resorts de esqui no verão.

Meu pai fundou o Purgatory Ski Resort em Durango, no Colorado, então eu cresci indo lá. Minha principal dica de esqui é: vá no verão. As pessoas que moram em zonas de esqui têm um ditado: você vem pelo inverno, mas fica pelo verão. É lindo para caminhar e estar ao ar livre. E é muito divertido. Caminhei pela área de esqui de Jackson Hole durante o verão, e dá para ir andando até o topo e depois descer o bonde, que é o oposto do que se faz no inverno.