“Toda estreia é muito difícil”, diz Neymar após jogo apagado

O craque do Barcelona foi escolhido o melhor do jogo

Temuco – A vitória de virada da seleção brasileira sobre o Peru, por 2 a 1, na estreia da Copa América, teve o protagonista que já se esperava.

Neymar fez o primeiro gol, acertou uma bola no travessão e ainda deu um passe preciso para Douglas Costa definir a vitória no final do jogo.

O craque do Barcelona foi escolhido o melhor do jogo. Merecidamente.

No final da partida, Neymar afirmou que todas as dificuldades já eram esperadas. O Peru saiu na frente, fez um jogo equilibrado e o Brasil só conseguiu a virada no final da partida.

“Imaginávamos que seria difícil sim. Toda estreia é difícil. Ainda mais em uma competição como essa. Mas conseguimos a vitória que é o mais importante”, afirmou o jogador do Barcelona.

O desempenho de Neymar como goleador – ele está entre os cinco maiores goleadores da seleção brasileira – também foi comemorado pelo craque.

“Quero continuar atingindo marcas e ajudando minha equipe com gols e passes o que quer que seja”, afirmou.

O meia Douglas Costa, autor do segundo gol, após passe de Neymar, também teve seu momento de protagonismo.

Depois de duas boas jogadas pela esquerda, finalizou bem, no canto do goleiro Gallese e fez o gol da vitória.

“Importante que o gol veio logo na Copa América. Não bateu o desespero (quando estava empatado). Estamos acostumados a jogar nessa circunstância e todo mundo está de parabéns. Foi um bom jogo”, disse o jogador do Shakhtar.

Douglas Costa era uma das opções do técnico Dunga para substituir Phillippe Coutinho, que foi poupado por dores musculares, mas acabou preterido por Fred.

Entrou na metade do segundo tempo, no lugar de Diego Tardelli. Ele já havia entrado bem na vitória sobre Honduras e só não jogou contra o México, o amistoso anterior, porque havia se apresentado apenas na véspera da partida.

A boa atuação de Douglas cria uma dúvida para o técnico: ele pode apostar no jogador que deu a vitória ao Brasil, que fecha o meio e chega ao ataque, ou promover a volta do titular Phillippe Coutinho.

Para o lateral Daniel Alves, foi fundamental a equipe ter mantido a calma mesmo perdendo – o Peru fez 1 a 0 aos 2 minutos – e conseguido o empate em seguida.

“A seleção foi consciente, soube manter o seu jogo e conquistou um resultado importante”, diz o lateral.