Técnico de Gana diz que não voltará a convocar Boateng

As coisas em campo também não se saíram bem e o país não passou de fase pela primeira vez desde que estreou em Mundiais, em 2006

Accra – Técnico de Gana, Kwesi Appiah disse nesta quarta-feira que não seguirá convocando o meia Kevin-Prince Boateng para a continuidade de seu trabalho à frente da seleção africana.

O jogador foi expulso da delegação que disputava a Copa do Mundo antes da terceira rodada da primeira fase porque xingou o treinador.

“No momento, Boateng não faz parte dos meus planos”, afirmou o técnico, que citou a dificuldade de “gerenciar egos” no elenco que foi ao Mundial como um aspecto negativo da campanha ruim.

“Só vou convocar atletas disciplinados, compromissados e prontos para morrer pelo país”, garantiu Appiah.

Além de Boateng, o volante Sulley Muntari também foi expulso da delegação durante a Copa – o jogador foi acusado de agredir um dirigente da Associação Ganesa de Futebol (GFA).

As coisas em campo também não se saíram bem e o país não passou de fase pela primeira vez desde que estreou em Mundiais, em 2006 – na ocasião, foi eliminado nas oitavas de final e quatro anos depois atingiu as quartas na África do Sul.

Em 2014, Gana estreou perdendo por 2 a 1 para os Estados Unidos, depois empatou por 2 a 2 com a Alemanha e terminou participação na Copa com derrota por 2 a 1 para Portugal.

Os jogadores até ameaçaram não entrar em campo na terceira partida porque a GFA não havia honrado a premiação ao elenco pela participação no Mundial, mas a entidade contornou o caso.