Técnico da Costa Rica promete atacar a Holanda

"Essas são oportunidades únicas e daremos nosso máximo", disse técnico Jorge Luis Pinto

Salvador – Apesar da grande campanha que vem fazendo, superando potências como Itália, Inglaterra e Uruguai, a Costa Rica sabe que o favoritismo da partida deste sábado é da Holanda, mas isso não parece incomodar o elenco, que promete uma postura agressiva contra os holandeses na Arena Fonte Nova, em Salvador, em confronto válido pelas quartas de final da Copa do Mundo.

Para o técnico Jorge Luis Pinto, a Holanda é uma das grandes forças da Copa, mas não pode deixar de ser agredida e precisa jogar pressionada. “Essas são oportunidades únicas e daremos nosso máximo. Estamos todos fazendo isso e faremos tudo o que for possível em campo. Esperamos mostrar a força defensiva que tivemos até aqui e respeitamos demais a Holanda, seu brilhante técnico e seus grandes jogadores. Mas vamos atacá-los também”, prometeu.

Mas a mentalidade ofensiva prometida não passa por mudanças táticas significativas na formação.

A Costa Rica deve apostar mais uma vez no esquema tático 3-6-1, com Campbell isolado na frente e Bryan Ruiz chegando na área como elemento surpresa.

“Temos um sistema defensivo muito bom, além do nosso goleiro. Isso nos deu muita confiança e nos dá a confiança de que será muito difícil sofrer os gols”, explicou Jorge Luis Pinto.