STJ tira título de campeão brasileiro de 1987 do Flamengo

Superior Tribunal de Justiça reconheceu o Sport como o único vencedor da competição

Rio de Janeiro – O Superior Tribunal de Justiça (STJ) retirou nesta terça-feira o título de campeão brasileiro de 1987 do Flamengo e reconheceu o Sport como o único vencedor da competição.

A decisão do STJ foi favorável ao Sport por 4 votos a 1, em uma audiência que se estendeu durante dois dias. O resultado impede a CBF de declarar o Fla campeão desse ano. Agora, o time carioca só pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

A disputa judicial é antiga. Em 1987, os principais clubes do Brasil organizaram um campeonato próprio, chamado de Copa União, cujo campeão foi o Rubro-Negro carioca. Paralelamente, a CBF organizou outra competição, com equipes consideradas de segunda divisão, e a qual foi conquistada pelo Sport.

Com os dois campeonatos já em andamento, a entidade que rege o futebol nacional propôs que os dois primeiros colocados de cada torneio deveriam se enfrentar em semifinal e final para definir o campeão brasileiro. No entanto, o Fla e o Internacional, primeiro e segundo da Copa União, se negaram a isso. Assim, a CBF reconheceu o Sport como campeão brasileiro.

Depois de uma longa luta na justiça, a confederação reconheceu, em 2011, a Copa União como um torneio oficial, equivalente ao Campeonato Brasileiro, decretando o título de 1987 seria dividido entre Flamengo e Sport. A decisão de hoje, porém, volta a considerar apenas o Leão como vencedor.

Outra questão que afeta o Flamengo é quanto à Taça das Bolinhas. O troféu seria entregue pela CBF ao primeiro clube que conquistasse cinco vezes o Campeonato Brasileiro. No caso, o quinto título do Rubro-Negro seria em 1987. Porém, com a anulação, o São Paulo se torna o primeiro pentacampeão.