Shakira é condenada por plágio

Hit da cantora colombiana é plágio de uma canção composta por um músico dominicano em 1998, diz tribunal americano

Nova York - "Loca", hit da cantora colombiana <strong><a href="http://www.exame.com.br/topicos/shakira">Shakira</a></strong> lançado em 2010, é plágio de uma canção composta por um músico dominicano em 1998 - determinou um tribunal de Nova York em um processo por violação de direito autoral.</p>

Em uma sentença de 40 páginas, da qual a AFP obteve uma cópia nesta quarta-feira, o juiz federal Alvin Hellerstein considerou que “Loca” é uma “cópia ilegal” da canção do compositor e cantor dominicano Ramón Arias Vásquez.

Durante o processo, Arias disse ter escrito sua canção “Loca con su Tiguere” entre 1996 e 1998.

Ele chegou a interpretá-la em uma sessão no tribunal.

A música foi registrada em uma fita cassete apresentada no processo.

Em 2007, o também dominicano Edward Edwil Bello Pou, conhecido como “El Cata”, lançou a música de Arias como de sua autoria e a transformou em um sucesso no país.

O álbum de Shakira “Sale el Sol”, de 2010, tem duas músicas que eram versões de Bello, que canta em alguns momentos.

Detentora dos direitos das músicas de Arias, a Mayimba Music processou a Sony Corp of America e várias de suas filiais em 2012 por violação de direito autoral.

O juiz limitou a responsabilidade a duas empresas da Sony – a Sony/ATV Latin e a Sony/ATV Discos – e considerou que a versão inglesa da canção, interpretada apenas por Shakira, não era uma violação dos direitos autorais de Arias.

“Loca” foi um sucesso e vendeu milhões de cópias em todo o mundo.