Seleção feminina conhecerá rival nas oitavas de final nesta quinta

Duas seleções podem cruzar o caminho do Brasil: a Alemanha, campeã olímpica, e a França, dona da casa

Paris – O empate por 3 a 3 entre Argentina e Escócia, nesta quarta-feira (19), em Paris, adiou para esta quinta (20) a definição do adversário do Brasil nas oitavas de final do Mundial Feminino.

O time terá de esperar os quatro jogos do dia que encerram os Grupos E e F. Duas seleções podem cruzar o caminho do Brasil: a Alemanha, campeã olímpica, e a França, dona da casa. Se as argentinas tivessem vencido nesta quarta-feira, o próximo rival do time comandado pelo técnico Vadão estaria definido e seria a França.

Se o confronto for diante das francesas, ele será no domingo, às 16 horas (de Brasília), em Le Havre. Caso a partida das oitavas de final seja diante da Alemanha, o duelo decisivo da seleção brasileira será no sábado, às 12h30, em Grenoble.

A equipe brasileira se classificou como terceiro colocado do Grupo C ao vencer a Itália por 1 a 0, na última terça-feira. Resta definir a posição em que estará na classificação geral para saber quem vai encarar na próxima etapa. As jogadoras dizem que não é hora de escolher rival e que estão prontas para a partida que tiverem de encarar.

Das 15 combinações possíveis de resultados envolvendo os quatro melhores terceiros colocados, apenas uma colocaria frente a frente Brasil e Alemanha nas oitavas de final. Por outro lado, a possibilidade de o terceiro colocado do Grupo C (Brasil) encarar o líder do grupo A (França) é de 60% – este é o panorama em nove dos 15 cenários possíveis de classificação.

Quatro confrontos fecham a primeira fase do Mundial nesta quinta-feira. O Grupo E será encerrado com os duelos Camarões x Nova Zelândia e Holanda x Canadá, ambos às 13 horas (de Brasília). Já o Grupo F terá as partidas Suécia x Estados Unidos e Tailândia x Chile, que começam às 16h.