Saiba porque ‘Lego Batman’ está longe de ser um filme infantil

Referências, piadas para adultos e uma história (nem tanto) clichê para o herói de Gotham

Você, fiel leitor da VIP, já sabe que as animações são cada vez mais direcionadas ao público adulto, certo? O que teve uma origem sutil com Os Simpsons e um extremo mais explícito em South Park, hoje pode ser encontrado de maneira equilibrada em visuais que podem ser confundidos com animações infantis — como Archer, Rick & Morty e BoJack Horseman.

Acontece que, muitas vezes, a história é realmente direcionada às crianças. A arte está em conseguir criar referências indiretas aos que precisam de um contexto mais profundo (sem destruir a infância dos seus filhos, claro), seja inserindo críticas sobre a cultura pop ou dando um “cutucão” ao quebrar a parede e o personagem animado comunicar-se diretamente com o público para uma piada criativa.

Exatamente focando nestes pontos podemos inserir Lego Batman, filme de animação digital que acontece no universo do homem-morcego mais querido do universo dos quadrinhos. Os jovens “millennials” podem até ter assistido os últimos filmes do Cavaleiro das Trevas — e podem pegar esse tipo de referência —, mas algo como o icônico Batman de 1966 não é algo que está tão na boca do público de hoje (a não ser do “grupo mais nerd”).

(Divulgação)

(Divulgação) (/)

As cores dos blocos de montar entram em contraste com as vozes de atores de comédia dublando os bonecos: Will Arnett (Batman), Zach Galifianakis (Coringa), Michael Cera (Robin), Channing Tatum (Superman) e Jonah Hill (Lanterna Verde/Hal Jordan) protagonizam o longa que merece ser assistido também em idioma original. Em inglês há uma referência a mais, já que o computador do Batman tem a voz do Siri, sistema de reconhecimento de voz do iPhone.

atoresbatman

 (/)

Aos applemaníacos de plantão, há uma função que funciona “no mundo real”: ao dizer “hey ‘puter” (versão encurtada de “computer”), imitando o protagonista do filme ao comunicar-se com seu computador, você pode obter algumas respostas bastante curiosas, ilustradas na imagem abaixo. Aliás, essa não é a primeira vez que a Apple disponibiliza brincadeiras do tipo, pois há frases de Game of Thrones, De Volta para o Futuro e 2001: Uma Odisseia no Espaço que podem ser ativadas com o comando certo.

Uma das frases responde, por exemplo, “Olá, senhor. Alfred está no 17º andar, colocando os azulejos do segundo banheiro da quinta suíte master”. (Reprodução/NME)

Uma das frases responde, por exemplo, “Olá, senhor. Alfred está no 17º andar, colocando os azulejos do segundo banheiro da quinta suíte master”. (Reprodução/NME) (/)

Se você não for um grande fã de Batman e mesmo assim quer assistir a este filme, fique tranquilo: a história pode ser meio manjada, mas não deixa de ser divertida. Outro ponto forte é a questão da fotografia do filme. Os visuais dramáticos fazem com que você veja a solidão do herói de uma forma que você, provavelmente, nunca antes havia pensado. Alguns takes acabam valendo a experiência pelas próprias cores e efeitos visuais, como uma das grandes batalhas na primeira metade do filme.

Ele também transborda humor, fazendo conexão a outros títulos da própria Warner [alerta de spoiler?] como Voldemort (da saga Harry Potter), e outros vilões (fora do universo do Morcego) que só fazem a história ficar melhor: Sauron (Senhor dos Anéis), King Kong, Gremlins, “Agentes” Smith (de Matrix), Kraken e os Daleks (de Doctor Who), são antagonistas de destaque. Observação: o “potencial spoiler” deve-se ao fato de nenhum destes estar no material de divulgação, mas o fato de saber sobre a presença destes não vai estragar o filme para você!

lego-batman-movie-joker

Lego Batman acaba sendo uma animação que você pode assistir com seus sobrinhos e/ou filhos e não ficar de saco cheio.