Romário será embaixador mundial do futevôlei

O ex-jogador e atual deputado disse que seu principal desafio será transformar a modalidade em um esporte olímpico

Rio de Janeiro – O ex-jogador de futebol Romário anunciou nesta quinta-feira que assumirá o posto de embaixador mundial do futevôlei, na tentativa de incluir o esporte nas modalidades olímpicas.

Engajado nas atividades esportivas como deputado federal, Romário também será anunciado como presidente de honra tanto da Confederação Brasileira, quanto da Federação Internacional do Futevôlei, que brindará o reconhecimento ao ex-jogador no dia 28 de fevereiro.

Uma das primeiras ações do político será organizar o calendário internacional dos próximos quatro meses, segundo um comunicado divulgado por ele mesmo.

‘Todo ano tem três, quatro campeonatos mundiais de futevôlei, mais três Sul-Americanos, Copa do Brasil, Mundialito, Brasileiro, ou seja, vamos organizar e anunciar um calendário de eventos para os próximos meses’, disse Romário.

O futevôlei surgiu nos anos 60, na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. Romário ajudou o esporte a ter fama internacional quando aproveitava suas férias para jogar às escondidas, sem permissão de suas equipes de futebol, que tinham proibido este tipo de atividade para evitar o risco de lesões.