Rolling Stones agitam Abu Dhabi em 1º show no Oriente Médio

Músicos fizeram uma exibição para 30.000 fãs majoritariamente ocidentais em Abu Dhabi

Abu Dhabi – Rebeldes vintage, os Rolling Stones fizeram nesta sexta-feira seu primeiro concerto no Oriente Médio – uma exibição para 30.000 fãs majoritariamente ocidentais em Abu Dhabi, emirado culturalmente conservador.

Um Mick Jagger presunçoso, vestido de lantejoulas pretas e cetim vermelho – e depois com uma echarpe tipo boá, de penas vermelhas – desfilou pelo palco mostrando poucos sinais de sua idade avançada enquanto cantava sucessos como “It’s Only Rock ‘n Roll”, “Honky Tonk Women”, “Brown Sugar” e “Sympathy for the Devil”.

Mas ao contrário de uma apresentação de Madonna nesse Estado do Golfo Pérsico, em 2012 – que teve dança erótica, trajes provocadores e homens sem camisa – o concerto transcorreu sem controvérsias.

A banda, com todos os integrantes saindo dos 60 anos ou no começo dos 70, deliciou os fãs que viajaram de países no entorno dos Emirados Árabes Unidos para o único show no Oriente Médio no início de uma turnê que seguirá para Japão, Macau, Austrália e Nova Zelândia.

“Para sua primeira exibição no Oriente Médio, foi mágico. É história”, disse a expatriada britânica Lisa Ball-Lechgar, depois de duas horas de concerto, durante as quais Jagger, os guitarristas Keith Richards e Ronnie Wood e o baterista Charlie Watts apresentaram 19 canções.