Rock in Rio aposta em nostalgia e animação na volta ao Brasil

Festival vai relembrar as grandes estrelas que já passaram pelo palco em outras edições; Freddie Mercury será o homenageado na primeira noite

Rio de Janeiro – Para marcar o retorno do Rock in Rio à sua cidade de origem a partir desta sexta-feira, os organizadores, em clima de nostalgia, pretendem relembrar as grandes estrelas que já passaram pelo festival, como Freddie Mercury, que atuou na primeira edição de 1985 com o Queen.

Logo em sua primeira noite, o festival vai relembrar Freddy Mercury com um vídeo no qual o célebre artista entrará em cena para formar um dueto com o cantor brasileiro Milton Nascimento.

“A apresentação do Queen na primeira edição do festival foi um momento histórico. Isso nos levou à idéia de fazer uma homenagem em vídeo a Mercury através da maior voz do Brasil, a de Milton Nascimento”, declarou Roberta Medina, vice-presidente do Rock in Rio.

Na primeira edição do Rock in Rio, Freddy Mercury subiu ao palco em duas noites, cantando para mais de 180 mil pessoas. Os shows são considerados como alguns dos momentos mais emblemáticos da história do festival, que pode ser conferido no vídeo “Queen Live in Rio”.

Aliás, a primeira edição do festival reuniu uma verdadeira seleção do rock internacional, que, além do Queen, apresentava Rod Stewart, AC/DC, Yes, Iron Maiden e Ozzy Osbourne. Na ocasião, cerca de 1,5 milhão de pessoas acompanharam os shows.

Para celebrar seus 26 anos de história, o Rock in Rio preparou uma abertura simbólica com Paralamas do Sucesso e Titãs, que se consagraram na edição de 1985. Agora, os grupos retornam ao festival para atuar ao lado da Orquestra Sinfônica Brasileira.

O Titãs também esteve presente na segunda edição do Rock in Rio, realizada seis anos depois (1991), no Maracanã. A segunda edição contou com as performances de Prince, George Michael, Deee-Lite e Guns N’Roses, que, por sinal, se apresentará pela quarta vez no festival. Além do show do dia 2 de outubro, o grupo marcou presença nas edições de 2001 e 2008.

Liderada por Axl Rose e com mais de 100 milhões de álbuns vendidos no mundo todo, a banda foi convidada para participar do festival depois da escolha do próprio público.

Considerado um dos principais festivos de música do mundo, o Rock in Rio reuniu em suas nove edições anteriores mais de 5 milhões de espectadores, que viram de perto 650 artistas internacionais.

A edição de 2011 parece ter se distanciado em definitivo da essência original do rock das edições anteriores com a confirmação de estrelas pop como Rihanna, Shakira, Kate Perry e Ke$ha. Mesmo com a “mudança” de perfil, os organizadores esperam atrair 800 mil pessoas à Cidade do Rock em sete dias de evento.

Segundo dados da secretaria de Turismo (Riotur), o Rock in Rio, que voltará à cidade maravilhosa em 2013 e 2015, movimentará cerca de US$ 461 milhões na economia da cidade, possibilitando a criação de 10 mil postos de trabalho.