RJ dedicará Réveillon à nomeação como Patrimônio Cultural

As paisagens do Rio de Janeiro foram incluídas na lista de Patrimônio Mundial da Unesco em reunião realizada no dia 1º de julho em São Petersburgo (Rússia)

Rio de Janeiro – A nomeação do Rio de Janeiro como Cidade Patrimônio Cultural da Humanidade será o tema central da festa de Réveillon que será comemorado no dia 31 de dezembro na praia de Copacabana, informou nesta segunda-feira a Prefeitura.

Durante os primeiros 16 minutos do ano novo serão disparados 24 toneladas de material pirotécnico que serão sincronizados com música e divididos em dois temas: dar as boas-vindas a 2013 e o otimismo carioca, disseram autoridades em entrevista coletiva.

As paisagens do Rio de Janeiro foram incluídas na lista de Patrimônio Mundial da Unesco em reunião realizada no dia 1º de julho em São Petersburgo (Rússia).

Por mais um ano, os fogos de artifício foram criados pela empresa de Barcelona Pirotecnia Ideal.

A representante de seu filial brasileira, Vivian Pires, contou à Efe que estão trabalhando desde setembro no projeto do espetáculo, que será formado por 2.330 bombas de fogos de artifício.

Os fogos foram fabricados na Espanha e já estão no Rio de Janeiro, após uma viagem de 14 dias em um navio especial, relatou Vivian.

Na noite do dia 31 de dezembro, o material será manuseado por até 33 técnicos, 22 deles brasileiros e outros 11 do Canadá, França e Espanha.


Uma das principais novidades da festa deste ano é o uso de iluminação com tecnologia LED como complemento às cores dos fogos de artifício, tanto em balsas dispostas pela praia de Copacabana como no palco principal da festa.

Segundo explicou um dos diretores da empresa encarregada da produção do evento, Flávio Machado, esta tecnologia é usada pela primeira vez no Brasil e é a mesma que foi utilizada nas cerimônias de abertura e fechamento dos Jogos Olímpicos de Londres.

Machado também contou que o palco principal, situado em frente ao hotel Copacabana Palace, terá 65 metros, dez mais que no ano anterior, e um “desenho exclusivo” em forma de rampa.

Nele farão shows músicos como Diogo Nogueira e o ganhador da edição brasileira de “The Voice”, que será conhecido neste domingo, assim como a escola de samba Unidos da Tijuca, vencedora do último carnaval do Rio de Janeiro.

Haverá outros três palcos ao redor da praia, com shows musicais durante toda a noite, antes e após a despedida do ano.

Segundo explicou o secretário municipal de Turismo, Antonio Pedro Figueira de Mello, os patrocinadores farão um investimento de R$ 17 milhões no evento, enquanto a Prefeitura financiará as festas em outros bairros da cidade, como Flamengo e Ilha do Governador, e que também contarão com fogos de artifício e música ao vivo.

A organização espera nessa noite cerca de dois milhões de pessoas na praia de Copacabana.