Revista italiana planeja 26 páginas com fotos de Kate

Editor-chefe da Chi afirmou que edição incluirá algumas fotografias não publicadas de sua viagem

Milão – Uma revista de fofoca da Itália planeja publicar na segunda-feira uma edição especial dedicada às fotos de topless da mulher do príncipe britânico William, afirmou o editor da revista, desafiando os riscos de ter que enfrentar uma ação legal.

O casal real já começou a agir contra a revista francesa Closer, depois que esta publicou uma dúzia de fotos de Catherine, a Duquesa de Cambridge– anteriormente conhecida como Kate Middleton– tirando a parte de cima do biquíni enquanto tomava sol em um castelo francês.

Tanto a revista Chi como a Closer são controladas pela editora italiana Mondadori, parte do império de mídia do ex-primeiro-ministro da Itália Silvio Berlusconi e presidida por sua filha Marina.

O editor-chefe da Chi, Alfonso Signorini, afirmou que a edição especial incluirá 26 páginas de reportagem com as fotos de topless da duquesa, incluindo algumas fotografias não publicadas de sua viagem com o príncipe William, o segundo na linha do trono britânico.

“Essa reportagem merece uma edição especial. Ela mostra numa forma muito natural a vida diária de um casal jovem, famoso e muito apaixonado”, afirmou Signorini em um comunicado enviado por e-mail.

“O fato de estarmos lidando com os futuros monarcas da Grã-Bretanha a torna certamente mais interessante e em linha com a concepção moderna da monarquia”, disse Signorini.

A capa da Chi, já amplamente publicada pela mídia italiana, mostra uma grande foto de Kate fazendo topless, com a manchete: “Escândalo na Corte: a rainha está nua”.

O gabinete do príncipe William disse que não há justificativa para mais publicação das fotos.

“Nós não vamos comentar sobre ações legais potenciais no que se refere à alegação da pretendida publicação das fotos na Itália, a não ser que todas as respostas proporcionais serão colocadas em análise”, disse o gabinete em comunicado.