Restaurante deixa cliente pagar o quanto quiser por refeição

Dona do estabelecimento localizado nos Estados Unidos colocou a caixa registradora “nas mãos de Deus” e tem tido resultado positivo

São Paulo – Um restaurante na cidade de Dallas, nos Estados Unidos, acabou com a tradicional conta e passou a deixar que a consciência do cliente defina o valor a ser pago pela comida. De acordo com a publicação local Gaston Gazette, a ideia partiu de Dana Parris, dona do “Justin Cookin”.

Segundo ela, o estabelecimento passava por dificuldades e, por isso, tomou uma decisão drástica: colocar a caixa registradora “nas mãos de Deus”. Desde então, sempre que um freguês pede a conta, Dana pergunta “Quanto isso valeu para você?”.

Apesar da jogada bastante arriscada, a estratégia tem dado certo. Na primeira semana, o rendimento quase triplicou e, com o incentivo dos clientes, a proprietária pretende continuar com o cardápio sem preço fixo por tempo indeterminado. Para ela, o resultado positivo se deve à fé e a sua crença em Deus.

É claro que o risco de aparecer gente para comer de graça existe, mas Dana acredita que, ao mesmo tempo em que há pessoas que não podem pagar o valor real da comida, sempre tem aqueles que podem dar um pouco além do que seria cobrado.

Um exemplo que ela cita à reportagem é o de uma enfermeira que, em um dia, pagou um valor irrisório por um cachorro-quente e uma bebida, mas, no dia seguinte, deu mais de vinte dólares pela mesma refeição.

Veja o depoimento de Dana em vídeo (em inglês):

http://c.brightcove.com/services/viewer/federated_f9?isVid=1