Renato Imbroisi retrata flora do Ibirapuera em exposição

A partir de 25/01, aniversário da cidade de São Paulo - e até 29/07 -, o Parque Ibirapuera recebe a exposição “O parque tecido à mão”

São Paulo – A cidade de São Paulo será especialmente homenageada em seu aniversário de 459 anos, no Parque Ibirapuera. Além do Planeta no Parque e da exposição Design da Periferia, o Pavilhão das Culturas Brasileiras inaugura mostra com curadoria do designer e tecelão Renato Imbroisi.

Estruturada com 1.800 metros de tecidos feitos à mão no bairro rural Muquém, do município de Carvalhos, ao sul de Minas Gerais, a exposição “O parque tecido à mão” retrata a flora do Parque Ibirapuera de 25/01 a 29/07, na cidade de São Paulo. A exposição marca a primeira etapa do Projeto IBIRÁ, que tem como tema a flora, a fauna e as pessoas desse parque, que é a maior área verde da capital.

Nesta primeira parte do projeto, a técnica da tecelagem manual é ressaltada por sua importância histórica, sua ancestralidade e pelas possibilidades que oferece para o trabalho com fibras. Além disso, representa o início da história profissional de Imbroisi.

Usando fios de algodão como base e oito tipos de fibras naturais – avenca, bambu, bananeira, eucalipto, junco, leiteirinha, milho e taboa, algumas delas encontradas na flora do Ibirapuera -, árvores, lagos e bosques do local foram representados pelos tecidos desenvolvidos por Imbroisi, em parceria com a designer têxtil e artista plástica Liana Bloisi, com a mestre tecelã Eva Maciel da Cunha e com a comunidade de artesãos do Muquém.

Durante o período da exposição, Liana fará a curadoria de três módulos de oficinas, gratuitas e abertas ao público, que produzirão partes integrantes do evento. No primeiro, o público aprenderá a fazer tecelagem manual em fibras. No segundo, o tema é a materialidade do pensamento investigativo (uma volta no parque será a inspiração para a criação de obras têxteis). A proposta do último módulo é apresentar a tecelagem manual e o produto têxtil além do movimento tradicional.


Isoladas em um vale da Serra da Mantiqueira, onde a eletricidade só chegou nos anos 2000, as famílias dos tecelões terão retorno financeiro depois da mostra, a partir da comercialização de tudo que produziram.

Para retratar o processo de produção que resultou na exposição, todos os dias será exibido o documentário “Ibirá-Muquém”, dirigido pelo próprio Imbroisi.

Foi no Muquém, em 1985, que Imbroisi começou a fazer parcerias com comunidades de artesãos. De lá para cá, não parou mais: todas as regiões do Brasil foram contempladas, e até mesmo parcerias internacionais, em países como Japão, São Tomé e Príncipe, Itália e Moçambique.

O Parque Tecido à mão
Data: 25/01 a 29/07
Horário: de terça a domingo, das 9h às 17h, com permanência até às 18h
Local: Pavilhão das Culturas Brasileiras
Endereço: Rua Pedro Álvares Cabral, s/n, Parque do Ibirapuera – São Paulo/SP
Visitas monitoradas: grupos escolares, organizações da sociedade civil, associações de moradores e outros poderão fazer agendamento pelo e-mail educativopcb@prefeitura.sp.gov.br
Informações: (11) 5083-0199 ou por e-mail culturasbrasileiras@prefeitura.sp.gov.br