“Quero Matar Meu Chefe” estreia nesta sexta-feira. Veja trecho exclusivo

Comédia brinca com o desejo íntimo de muitos trabalhadores de se livrar dos maus gestores

São Paulo – Quem nunca teve problemas com o chefe que atire a primeira pedra. Os pecadores da vez são Nick Hendricks (Jason Bateman), Dale Arbus (Charlie Day) e Kurt Buckman (Jason Sudeikis), que estrelam o filme Quero Matar Meu Chefe, nos cinemas a partir desta sexta-feira (05/08).

Hendricks é um esforçado candidato à gerência que suporta os abusos do supervisor Dave Harken (Kevin Spacey) por causa da promessa de uma promoção e Arbus é um assistente de dentista que não aguenta mais ser assediado sexualmente pela Dra. Julia Harris (Jennifer Aniston). Já Buckman é um contador de uma empresa cujo dono, o corrupto Bobby Pellit (Colin Farrel), pretende arruinar sua carreira e jogar lixo tóxico em um povoado.

Depois de várias frustrações e alguns bons drinks, eles têm a ideia brilhante (ou não) de impedir que seus superiores continuem maltratando, assediando e poluindo o mundo de uma vez por todas. Dirigida por Seth Gordon, a comédia mostra o desejo íntimo de muitos dos assalariados espalhados pelo mundo: matar o chefe – ou pelo menos fazê-lo desaparecer.

O ator Jason Sudeikis, que interpreta Kurt Buckman, se surpreendeu ao ver que essa vontade é mais comum do que imaginava. Já o produtor Jay Stern considera que nem todo mundo quer acabar com a vida do seu empregador, mas acredita que muitos não se importariam em vê-los caindo de um viaduto na hora do rush.

Quero Matar Meu Chefe não é a primeira produção sobre o ambiente de trabalho no currículo do diretor Seth Gordon. Ele é cocriador e produtor-executivo da série de TV Breaking In, que conta a história de uma empresa de segurança de alta tecnologia que toma medidas extremas, e até questionáveis, para vender seus serviços.

Gordon também dirigiu episódios da série de comédia The Office, que mostra o cotidiano de um escritório de uma empresa. Diferentemente do filme, o seriado tem um chefe ruim, mas inofensivo. Interpretado Steve Carell, o chefe Michael Scott é tão atrapalhado e incompetente que prejudica mais a si próprio do que aos funcionários.

Confira abaixo um trecho exclusivo de Quero Matar Meu Chefe.

https://exame.abril.com.br/libc/player/liquid3.swf

Veja o trailer oficial.