Quatro dos melhores hotéis ao redor do mundo para quem ama vinhos

Para quem é amante da bebida e não dispensa o melhor que o luxo pode oferecer, esses quatro destinos são uma ótima pedida

Viagens movidas a vinho: Conheça quatro dos melhores hotéis ao redor do mundo para quem é aficionado pela bebida e não dispensa o melhor que o luxo pode oferecer

Hotel Marqués de Riscal, Rioja, Espanha

Para começo de conversa ele nasceu nas pranchetas do arquiteto Frank Gehry, que não economizou nas placas curvas e na ousadia – trata-se do único hotel projetado pelo canadense, conhecido pelo Museu Guggenheim de Bilbao e a pela Fundação Louis Vuitton, entre outras construções extraordinárias. Marqués de Riscal está cercado por um complexo dedicado à produção, estudo e armazenamento do vinho. Os hóspedes podem participar de tours guiados e gratuitos à adega, que data de 1858, podem pedalar em meio a vinícolas próximas e visitar o Museo Vivanco de la Cultura del Vino, o maior do gênero da Europa. Instalado no hotel, da bandeira Marriott, o spa Vinothérapie oferece tratamentos que recorrem às propriedades curativas da uva – um deles é uma esfoliação à base de cabernet. Diárias a partir de R$ 2.828. marriott.com

Hotel Marqués de Riscal, Rioja, Espanha Hotel Marqués de Riscal, Rioja, Espanha

Hotel Marqués de Riscal, Rioja, Espanha (Hotel Marqués de Riscal/Divulgação)

Vines Resort & Spa, Mendoza, Argentina

Cavalgadas nos Andes para contemplar o pôr-do-sol ou para uma happy hour. Refeições no restaurante Siete Fuegos, comandado pelo chef-celebridade Francis Mallmann. Aulas de yoga no meio de um vinhedo que se espalha por 1500 acres. E ainda há experiências para iniciantes no universo do vinho, como aulas a respeito de diferentes terroirs comandadas por agrônomos e degustações guiadas. Eis algumas das atividades oferecidas aos hóspedes deste hotel-boutique em Mendoza, na Argentina. Para quem almeja produzir os próprios vinhos, o complexo comercializa terrenos de até 10 acres que ficam sob os cuidados de profissionais. Diárias a partir de R$ 2.630. vinesresortandspa.com

Vines Resort & Spa, Mendoza, Argentina Vines Resort & Spa, Mendoza, Argentina

Vines Resort & Spa, Mendoza, Argentina (Vines Resort & Spa/Divulgação)

Belhurst, Finger Lakes, Nova York

A 450 quilômetros da ilha de Manhattan, situa-se numa região que ficou conhecida pelos rieslings, embora tenha ganhado fama ultimamente também por vinhos de outros tipos. O complexo dispõe de três propriedades, uma mansão do começo do século passado e estilo georgiano batizada de White Springs, o Vinifera Inn, de onde se tem uma ótima visão dos lagos, e o Castle Chambers, instalado numa mansão de pedra. Reza a lenda que 50 homens levaram quatro anos para erguer a construção para a herdeira de uma família riquíssima enquanto os faisões dourados dela circulavam livremente pela propriedade. Para os aficionados por vinhos o complexo organiza jantares harmonizados e disponibiliza uma “torneira de vinho”, na qual os hóspedes podem se servir de tinto livremente durante a estadia. Diárias a partir de R$ 470. belhurst.com

Belhurst, Finger Lakes, Nova York Belhurst, Finger Lakes, Nova York

Belhurst, Finger Lakes, Nova York (Belhurst/Divulgação)

Louise, Barossa Valley, Austrália

No sul da Austrália, onde abundam plantações de Syrah, o hotel comandado por Jim e Helen Carreker desde janeiro de 2005 entretém os hóspedes com atividades como passeios de balão sobre os vinhedos, explorações de campo a bordo de um Land Rover e cafés da manhã com cangurus nas proximidades. Antes de jantar no restaurante do empreendimento, o Appellation, tocado pelo chef-executivo Daniel Murphy, você pode criar seu próprio vinho, misturando diversos rótulos quase prontos. Há também passeios imersivos e degustações personalizadas oferecidas nas vinícolas de Barossa. Terraços privativos, lareiras, camas king-size e banheiros com revestimento de mármore são alguns dos atributos das suítes. Diárias a partir de R$ 1.490. thelouise.com.au

Louise, Barossa Valley, Austrália Louise, Barossa Valley, Austrália

Louise, Barossa Valley, Austrália (Louise/Divulgação)