Quatro dicas de exposições para o fim de semana

Confira as dicas de exposições de EXAME VIP para aproveitar os momentos de folga no fim de semana

O Pasquim – 50 anos

A anárquica publicação semanal ganhou fama pela irreverência e pelo quadro estelar de colaboradores, do qual faziam parte nomes como Millôr Fernandes e Paulo Francis.

Com curadoria de Zélio Alves Pinto e Fernando Coelho dos Santos – e expografia de Daniela Thomas -, a mostra em homenagem ao periódico em cartaz no Sesc Ipiranga revisita a história dele.

Em uma área da exposição é possível ler entrevistas impagáveis de nomes como Rogéria, Elke Maravilha e Cazuza. Em outra, seis cabines permitem ouvir discos lançados pelo jornal.

Onde: Sesc Ipiranga, Rua Bom Pastor, 822, Ipiranga, (11) 3340-2000. Até 12 de abril.

Exposição do Pasquim Exposição do Pasquim

Exposição do Pasquim (Divulgação/Divulgação)

Ratos e Urubus, Larguem Minha Fantasia

Morto há oito anos, Joãosinho Trinta é homenageado com uma exposição no Centro Cultural São Paulo (CCSP). Com curadoria de Thais Rivitti e Carlos Eduardo Riccioppo, usa emprestado o nome do desfile da Beija-Flor de 1989, capitaneado pelo carnavalesco e organizado, portanto, há 30 anos.

A mostra é composta por obras de artistas contemporâneos que dialogam com o carro abre-alas. Nuno Ramos, por exemplo, exibe três trabalhos. Raphael Escobar e o coletivo Os Cupins das Artes recriam o polêmico carro chamado Cristo Mendigo.

Onde: Centro Cultural São Paulo, Rua Vergueiro, 1000, Liberdade, (11) 3397-4002. Até 1 de março.

Nuno Ramos na exposição Ratos e Urubus, Larguem Minha Fantasia Nuno Ramos na exposição Ratos e Urubus, Larguem Minha Fantasia

Nuno Ramos na exposição Ratos e Urubus, Larguem Minha Fantasia (Nuno Ramos/Divulgação)

Leonilson, por Antonio Dias

Dos 42 trabalhos incluídos na mostra, 38 desenhos vieram do acervo do artista paraibano Antonio Dias, que foi amigo do cearense Leonilson.

A mostra faz parte de uma série que tem como objetivo abordar a amizade entre artistas – exibida no primeiro semestre, “Estética de Uma Amizade” discutiu a proximidade de Alfredo Volpi e Bruno Giorgi.

Todos os itens em exibição de Leonilson, entre desenhos e pinturas e objetos, foram concebidos nos anos 1980, tirando a tela em feltro e algodão que ele enviou para o amigo, com dedicatória e uma carta, em 1993, pouco antes de sua morte.

Onde: Pinakotheke São Paulo, Rua Ministro Nelson Hungria, 200, Morumbi, (11) 3758-5202. Até 14 de dezembro.

Leonilson, por Antonio Dias Leonilson, por Antonio Dias

Leonilson, por Antonio Dias (Leonilson/Divulgação)

Musicais no Cinema

Concebida pelo espaço cultural francês Musée de La Musique — Philharmonie de Paris, a mostra mergulha nos últimos oitenta anos do gênero, representado recentemente por filmes como “La La Land” e “Rocketman”, a cinebiografia de Elton John.

Em cartaz no MIS, a exposição reúne quase 500 itens, como parte do cenário do inesquecível “Cantando na Chuva”, de 1960. Trechos de filmes de Carmen Miranda, assim como um turbante usado pela Pequena Notável, também podem ser apreciados.

Onde: Museu da Imagem e do Som, Avenida Europa, 158, Jardim Europa, (11) 2117-4777. Até 16 de fevereiro de 2020.

Musicais no Cinema Musicais no Cinema

Musicais no Cinema (Divulgação/Divulgação)