Produtor musical Phil Ramone morre aos 72 anos nos EUA

Reconhecido por trabalhar com estrelas como Frank Sinatra, Ray Charles e Paul Simon, Phil Ramone morreu hoje nos EUA

Washington – O reconhecido produtor musical Phil Ramone, que trabalhou durante uma carreira de mais de meio século com artistas como Frank Sinatra, Ray Charles e Paul Simon, morreu neste sábado aos 72 anos.

Ramone tinha sido internado no final de fevereiro por um aneurisma e morreu nesta manhã em um hospital de Nova York, disse seu filho Matt ao site ‘The Hollywood Reporter’.

Vencedor do Grammy em 14 ocasiões, Ramone foi apelidado de ‘O Papa do Pop’ e trabalhou com grandes estrelas da música, entre elas Aretha Franklin, Stevie Wonder, Paul McCartney e Elton John.

Nascido em janeiro de 1941 na África do Sul, aos três anos começou a estudar piano e violino, e durante seus primeiros anos em Nova York trabalhou como compositor e engenheiro de som.

Ramone produziu três discos que ganharam o Grammy de Melhor Álbum do Ano: ‘Still Crazy After All These Years’, de Paul Simon; ’52nd Street’, de Billy Joel, e ‘Genius Loves Company’, de Ray Charles.

Foi pioneiro da gravação digital com ’52nd Street’, considerado o primeiro grande lançamento comercial em CD e que foi lançado em 1982.

Também produziu música para televisão, cinema e teatro, e conquistou um Grammy pela trilha sonora do musical da Broadway ‘Promises, Promises’ e outro pela do filme ‘Flashdance’.