Príncipe William diz que aceitaria filhos gays

William disse que se preocuparia, levando em conta os papéis que seus filhos desempenharão no futuro da monarquia e como isso seria "interpretado"

O príncipe William afirmou ontem que não haveria nenhum problema se algum dos seus três filhos — George, Charlotte e Louis — se declarasse homossexual no futuro, mas admitiu que a “pressão” social o “preocuparia”.

Ele fez as declarações durante visita a uma organização LGBT dedicada a ajudar jovens desabrigados em razão da orientação sexual. William disse que se preocuparia, levando em conta os papéis que seus filhos desempenharão no futuro da monarquia e como isso seria “interpretado”.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.