Pioneira da aviação nos EUA morre aos 102 anos

Evelyn Johnson, que começou a pilotar em 1944, era a mulher recordista de horas de voo (57 mil, ou sete anos), segundo o livro Guinness

Washington – A pioneira da aviação americana, Evelyn Bryan Johnson, também conhecida como ”Mama Bird”, morreu nesta quinta-feira aos 102 anos de idade em Tennessee, informou nesta sexta-feira o jornal local ”The Knoxville Sentinel”.

Evelyn, que começou a pilotar em 1944, era a mulher recordista de horas de voo (57 mil, ou sete anos), segundo o livro Guinness. ”Mama Bird”, chamada assim por sua perícia no ar, vivia na cidade de Morristown, onde ainda trabalhava como gerente do aeroporto local.

Evelyn também foi uma das primeiras mulheres a pilotar helicópteros e em 2007 entrou para o Salão da Fama da Aviação dos Estados Unidos.

”Mama Bird” deu aulas de aviação a mais de três mil pilotos e certificou nove mil como instrutores da Administração Federal de Aviação.

Durante mais de meio século pilotando, Evelyn jamais sofreu um acidente aéreo, apesar de ter enfrentado diversas falhas de motores durante o voo.